20 junho, 2019

Okey, temos toda a razão. Mas porquê não chamar o Presidente da FPF à responsabilidade?

Resultado de imagem para fernando gomes fpf
Fernando Gomes, um Presidente â
condição?

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol aplicou uma multa de 14.340 euros e uma suspensão de 94 dias ao diretor de comunicação e informação do F. C. Porto, por declarações no programa "Universo Porto da Bancada", do Porto Canal, relativas às arbitragens dos jogos do Benfica.
Através do Twitter "FC Porto Media", já esta quarta-feira, os azuis e brancos reagiram em seis diferentes publicações. "A maior infração que se pode cometer no futebol português é dizer uma verdade inconveniente. Francisco J. Marques foi punido com 94 dias de castigo por delito de opinião, por criticar as arbitragens que erraram a favor do Benfica na reta final da época", pode ler-se logo a abrir.
Seguiu-se, depois, nova publicação com referência ao Benfica: O diretor de Informação e Comunicação do F. C. Porto começou hoje [quarta-feira] a cumprir castigo, que termina a 20 de setembro, por emitir opiniões, apenas e só. Isto acontece na mesma altura em que há jogadores a confessarem ter sido subornados sempre pelo mesmo clube e nada acontece".

As restantes foram feitas no mesmo tom de defesa a Francisco J. Marques e ataque ao principal rival, Benfica.





2 comentários:

Anónimo disse...

Fernando Gomes presidente da FPF está refém de vieira e de toda a máfia centralista. Está refém porque assim o quer, o poleiro o dinheiro fala mais alto. Cobardamente não os têm no sítio para excomungar toda aquela corja vermelha que são a peste do futebol.
Essa ratazana da justiça desportiva é um cego, um surdo, um vermelho que antes de entrar para o poleiro prometeu muito, mas não presta.


A.C

Rui Valente disse...



É tudo tão estranho neste FCPorto de agora, tão estupidamente sereno...