18 setembro, 2019

Desabafo contra os falsos estatutos


Resultado de imagem para Estado corrupto


Mesmo com um Estado em risco de coma, com os mais altos dirigentes do país a comportarem-se como vulgares vigaristas, sem que haja uma alma viva a dizer basta, isto não pode continuar assim, Portugal parece não se importar de transmitir ao mundo a imagem do país mais corrupto da Europa.

Eu, sou português, gosto da terra onde nasci, mas detesto gente que pactua com o crime e com criminosos.  Neste imenso grupo, inclui-se a Justiça, o Governo e a Presidência da República. Quem não gostar de ler isto, quem se identificar com este  regime  e tiver poder para isso, que me prenda, e dite prisão perpétua, que nada me fará mudar a convicção. 

A verdade ficará sempre comigo.

PS-Para os ingénuos que continuam a morder iscas de ratoeira, como ratinhos bébés, que ainda censuram a abstenção, vai um conselho: em vez de votarem em branco, gerando mais papel falsificável, proponham ao país também o direito ao voto demissionário

Isto de votar apenas para eleger, é uma grande mama, é a ditadura a mandar na democracia. O voto popular não devia servir apenas para decidir quem pode mandar, mas também para demitir quem não sabe

Utópica, e enganosa, é a estrada de uma só direcção. Se assim não fosse, nas próximas eleições, podíamos mandar para o olho da rua os inúteis que nos infernizam a vida.



6 comentários:

Anónimo disse...

Gostei da citação de Tácito.
Se me permite, vou deixar uma de Mauro Roberto.
"Não existe democracia onde impera a corrupção, a injustiça, a mentira e a hipocrisia."
Finalmente, a Champions sem o FCPORTO, fica muito pobre.

Luís (O MEU, O TEU, O NOSSO FCPORTO)

jtmesquita disse...

O voto em branco/nulo devia ter valor representativo na assembleia da república. Se isso acontecesse, se calhar os políticos e partidos atuais teriam mais cuidado com as tristes figuras que fazem.
Outra coisa que não entendo é não haver a criação de um partido anti-centralismo, que tentasse representar realmente o país real e não apenas o status atual...

Anónimo disse...

Na política é um safe-se quem poder, vale tudo para vigarizar os portugueses. Os processos crimes de vigarice são mais de que muitos mas como esta Justiça se ajoelha a um Clube criminoso e está debaixo da alçada do governo a Culpa vai sempre morrer solteira.
Quando temos um PR de banalidades contra a constituição sobre a Regionalização, que nem se quer pode ouvir falar nela, está tudo dito o que é este país miserável de trampa.

Atentamente.

Anónimo disse...

É muito mais fácil condenar Rui Pinto que os crimes da SAD do benfica. Espero que Rui Pinto nunca venha a trabalhar ou colaborar com a Justiça portuguesa, esta gente não merece.
Nas campanhas Eleitorais os partidos acusam-se uns aos outros falam de crimes, mas nem uma palavra sobre as decisões dos Juízes relacionadas com o caso E-Toupeira em que a SAD do benfica beneficiou das informações de dois funcionários que trabalhavam na justiça davam ao PG em troca de bilhetes e sei lá mais o quê. Estes crimes para os Partidos não contam porque têm medo, respeitinho e interesse por Votos! Hipócritas sem coluna, já para não falar desse banalidade PR que só quer tirar fotos e dar beijinhos.

Atentamente.

Soren disse...

É vergonhoso o que se passa na Justiça deste país. É um atraso civilizacional atroz. Não estivéssemos na União Europeia e isto obviamente já tinha dado mau resultado, com violência à mistura.

Com o evidente afundamento do processo europeu original, pode ser que esta gente toda venha a ter um desgosto. Estão encobertos e protegidos por um falso cobertor que de um momento para o outro pode acabar. Quando as condições económicas da população se traduzirem em fome e não houver para onde emigrar porque os outros andam parecidos ou piores, vai ser bonito. Há muito corrupto a precisar de levar uma corrida.

Portugal é um estado completamente corrupto, cheio de moralistas mas sem moral nenhuma. A população sinceramente não merece melhor. Cambada de fdp individualistas, trombudos e doutores da treta sem mundo nenhum a pensar que valem ou sabem alguma coisa. Até pensam que sabem tudo. Povo sisudo, mal educado e parado no tempo, numa redoma de clientelismo e arrogância patéticos.

Sou português e tenho orgulho na História dos meus antepassados. Mas não tenho orgulho nenhum naquilo que hoje é Portugal ou nos portugueses. Não me identifico com eles e por vezes metem-me nojo.

Só de ver um totó, cheio de tiques de fascismo como o papa hóstias; e pensar que já foi ministro... Portugal é um país de burros.

Rui Valente disse...

Soren,

Se tivesse de enfrentar um destes chulos, tenho a impressão que não conseguia resistir muito tempo sem lhes saltar ao focinho.

São a merda a imitar gente. Uns grandes f.d.p.! Sem dúvida.