13 outubro, 2019

Quem abusa da confiança de outros, não a merece


Ando há tempo demais a chamar a atenção dos portistas para a importância de porem um travão à forma negligente de Pinto da Costa gerir o FCPorto. A principal causa para mim, consiste no facto de não ter nunca mostrado qualquer determinação, ou vontade, para assumir frontalmente a defesa do FCPorto dos perversos ataques a que tem sido sujeito (para não dizer, subjugado) pelo clube do regime.

Como já devem ter observado, o nosso presidente adoptou, estranhamente, a mesma estratégia que os corruptos vermelhos adoptaram, sempre que se trata de falar dos crimes de que são acusados: o silêncio. Só com uma diferença. Os vermelhos sabem do que são acusados, e por isso calam-se, enquanto Pinto da Costa é o representante mor do clube que mais tem sido prejudicado por aquela gente, o que justificaria, não  o silêncio, mas uma visibilidade contundente (e corajosa) a quem de direito: não às instâncias desportivas, porque essas fazem parte do problema, mas ao Governo, ou, em última análise, ao próprio Presidente da República. Se houve razão para o FCPorto protestar (e em voz alta mesmo), foi agora, e este agora já dura há uns anos, com todas os danos que isso nos causou. Não se entende, que nunca tenha ido sequer ao Porto Canal, falar sobre o assunto com toda a liberdade, mais que não fosse para dar um sinal de presença aos adeptos, e sobretudo de consideração. A liderança é tanto mais necessária nestes momentos, quanto se impõe a quem comanda. Não foi isso que fez, delegou a terceiros o papel de denunciantes, não o de presidente de um clube lesado, desportiva, e financeiramente. 

Pois, bem. Se essa situação parece não ter sido suficientemente gravosa para levar os associados a insurgirem-se contra a postura passiva do presidente, faço votos para que os resultados do Relatório e Contas do FCPorto onde constam salários, e prémios, demasiado elevados para a situação económica actual do clube, os conduza finalmente a uma reacção. Sendo certo que tal exposição de protesto será apenas permitida em Assembleia Geral de sócios, então que lhes sejam garantidas condições e ambiente para a apresentarem, de modo a evitarem eventuais altercações. Tal convocatória deve de ser apresentada quanto antes, e ter uma resposta concreta em tempo útil. Os sócios, insisto, têm direitos, e o mais importante deles é o respeito. É mais que tempo, de tirarmos as dúvidas, e saber se ele (o respeito pelos portistas) realmente existe, ou não.    


6 comentários:

Roque disse...

Um presidente instalado e acomodado à boa e faustosa vida, cujo único fito é conservar o estado atual, por forma a garantir, para ele e para os seus amigos, a continuidade eterna desse bem estar pessoal, económico e governativo. O resto deixou de interessar há muito.

Anónimo disse...

Relatório de contas apresentado onde podemos constatar os desastrosos resultados dos ultimos 2 anos em que o passivo duplicou desde que o Sr. Fernando Gomes está como responsavel a unica salvação do clube foi a participação na Champions, tantas transferencias de jogadores vindas do mesmo lado Pedro Pinho e tantos outros milhões desaparecidos demonstra que está por de tras de toda esta situação do nosso Clube e nesta descida desastrosa de interesses e manipulação assim como tráfico de influencias.

Deacon Blue disse...

Bom dia Rui,

Se juntarmos as peças temos aquí algunas respostas a questoes que vao sendo levantadas nos últimos tempos!

Porque razao andamos a ser comidos pelos de Lisboa e calamos?
Mais recentemente o perdao de dividao ao Sporting que creio ainda ninguem desse clube desmentiu!

Ora os administradores do nosso clube/SAD andam calados porque também andam a comer e se necesario for, tambem vao comer do mesmo prato servido aos outros.

E quem somos nós no meio disto tudo: Uns pacovios que andamos aquí armados em serios e eles por tras a comer-nos de cebolada.

Estamos feitos ao bife!
E eles a rirem-se de nos na tribuna e a gente ainda lhes canta o nome.

MAFIA ! Mau de mais!

DB


Anónimo disse...

Um portista desiludido.
Ele preocupa-se mais em aumentar o seu salário, ganhar prémios, fazendo o mesmos com os seus amigos, de que defender a grande Instituição que é o FCP. Está numa idade de calçar as pantufas e deixar o FCP em paz. Para que serve o Porto Canal ao FCP!?
Já não há paciência para aturar este Sr e as suas casmurrices.

Rui Valente disse...


Esta negligência de PC com o escândalo Benfica, o silêncio que foi mantendo e que tanto estranhamos, provam em parte que a consciência do presidente e da SAD não estava muito tranquila. Agora, é preciso que o universo portista se deixe de brincar com a gratidão a esses cavalheiros, porque,como se confirma, o prazo de validade esgotou-se.

Basta!

Anónimo disse...

Rui Valente, nós olhamos para o nosso presidente e vê-se, por mais que ele engraxe a cara, vista bons fatos, está velho ó melhor, bastante idoso. Com um pouco de coragem, um pouco de portismo o sr PC não se recandidatava. Será que ele pensa que quando deixar de ser presidente o FCP vai falir. Eu sei que ele está como uma lapa agarrado ao lugar, que o dinheiro é fantástico, mas será isso o portismo o amor para com o Clube!?

A.C.