11 junho, 2018

A patriótica selecção "lisbonal"

Resultado de imagem para futebol clube do porto campeão
Portogalmente, a minha selecção NACIONAL, é esta!

Ainda Marcelo Rebelo de Sousa era comentador da TVI, quando decidi enviar-lhe uma carta a protestar sobre um assunto por si abordado no referido canal. Creio que se tratava de incêndios, não tenho a certeza. Desfiz-me da carta, porque isto passou-se em 2003, como consta do cartão aqui apresentado, e se a memória não me falha tratava-se de incêndios. A resposta foi meramente formal, não mais que isso:
Pode-se gostar ou não de Marcelo - e quando digo gostar, é sob o ponto de vista político -, que ninguém o pode acusar de antipatia. Só que esta virtude, mais a de beijoqueiro, sendo sempre agradável à populaça, não definem a qualidade do homem, nem do político. Pode muito bem ser apenas fachada.

É que, tal como o 1º. Ministro, e toda uma comunicação social eticamente miserável, o Presidente da República, até ao momento, não tugiu nem mugiu, uma palavra sequer sobre a gigantesca escandaleira que grassa lá para os lados do Estádio da Luz, o que não abona muito a seu favor.

Gostaria imenso que tanto um como outro (Costa e Marcelo) ficassem a saber que neste cantinho do país, que deu nome a Portugal, há quem se esteja a borrifar para o sucesso, ou insucesso, da selecção nacional, porque para ser nacional precisava de ter governantes honrados e nacionalistas de verdade, e não de uma turba de oportunistas, medrosos e segregacionistas, como provam as suas atitudes.

Desculpem lá conviver muito mal com patriotismos de telenovela (rasca).   



 

2 comentários:

Anónimo disse...

O sr Presidente dos afectos, não é aquele que a regionalização para ele é uma treta, que foi e é sempre contra.
PR e 1º ministro são dois grandes actores e a selecção nacional serve de escape de afastar atenções para esquecer a vergonha do futebol português o Polvo feita por gentalha miserável.

Abílio Costa.

Anónimo disse...

A DITADURA À LA CARTE.
O seleccionador nacional o rei dos tiques é mouro está tudo dito. Fez uma passagem pelo FCP ganhou um campeonato, por cá não foi Grande nem é grande coisa, talvez um bom rapaz. Já passou por os outros dois da 2ªcircular do crime e não deu nada.

Lisboa a capital imperialista, centralista refinada, em relação à capital do Norte cidade do Porto e resto do país, é pior que aquilo que dizemos em relação a Espanha: Nem bons ventos nem boas decisões nem cumprir compromissos são uns ladrões e maus governantes o rei é Mouro e o resto são bobos...