24 agosto, 2015

Porto Canal, será mesmo um orgão de comunicação social?

Portistas fazem aposta na tecnologia. 
"Mais transmissões em directo, incluindo de outras equipas do Norte, maior atenção às modalidades, equipa B e camadas jovens, investimento tecnológico para a passagem para o HD, mantendo o orçamento de dois milhões de euros": esta é uma parte da planificação do Porto Canal, segundo Júlio Magalhães, o seu director-geral, com entrada em vigor "no início de Outubro". 
Além disto, "a emissão passa a abrir às 8 da manhã" e haverá "aumento da produção própria diária de 12 para 16 horas e as restantes com programas". Tudo de acordo com a estratégia de expansão segundo uma política "de âmbito nacional e não de cariz regional", pois, além das seis delegações já existentes, "uma delas em Lisboa", a ideia é, "dentro de alguns anos, chegar a todo o País". 
Referindo-se ao canal como "generalista" de "conteúdos muito variados, como cultura, cinema, história, entre outros", Júlio Magalhães destaca a opção feita pela CP "por conteúdos do canal para os seus comboios Alfa". 
Quanto a audiências, "0,3 a 0,4 no plano nacional; no Norte, 0,6 ou 0,7, por vezes um ponto percentual. No último sábado foram mesmo dois pontos", indica. Com uma equipa "que engloba 40 profissionais, 18 dos quais jornalistas", o director lembra que "o Porto Canal nasceu num tempo de crise, mas nunca despediu e o objectivo é reforçar". Além dos estúdios na Senhora da Hora, vão começar obras no Estádio do Dragão para mais instalações.
Nota de RoP:
A ser verdade o que aqui é anunciado (e tenho reservas, porque já fui defraudado várias vezes com declarações de Júlio Magalhães), impressiona esta mania doentia de "informar" através dos meios mais improváveis, no caso no  Económico Digital, o que pode explicar tudo. Para Júlio Magalhães, é no Diário Económico que os nortenhos e os portuenses buscam informação...
Mas, não é apenas Júlio Magalhães quem tem todas culpas do cartório, porque ele é apenas um director incompetente, são os accionistas/administradores que o designaram para o cargo. E são responsáveis por não se dignarem informar e esclarecer regularmente - já nem digo os adeptos - , mas sobretudo os sócios do FCPorto do que têm projectado para o canal,  porque são parte interessada no negócio, particularmente por não vislumbrarem qualquer evolução, quer na programação, quer nos conteúdos informativos. 

2 comentários:

Anónimo disse...

Não sei qual é a ideia do FCP investir no Porto Canal e não ter um canal próprio, como têm todos os outros clubes nacionais e Europeus, até parece que mesmo apagar eles estão a fazer um frete ao FCP. Sr Pinto da Costa vamos olhar para os nossos interesses e deixar o Porto Canal seguir o seu rumo. Acho que os sócios e simpatizantes merecem mais informação do Clube, não pense só nas suas ideias, pense mais FCP, já agora, monte lá conforme prometeu os elevadores no exterior do estádio, porque há muito sócio de idade que não tem pachorra para subir aquela escadaria.

Se o sr Juca quer um Canal Nacional para para todos os portugueses que o faça, não com dinheiro do FCP até porque o sr Pinto da Costa, pelas suas afirmações, pretendia sim, um canal Regional! Não entendo estas confusões todas.

Abílio Costa.

Anónimo disse...

Boa tarde,

O anónimo do post ridículo das 13.57h era eu. O mesmo serviu apenas para demonstrar a imbecilidade pela qual o senhor rege este espaço.

Aquele comentário, se o senhor se julga tão justo e tão correto, devia ter sido apagado não sendo objeto de publicação ou então deveria ter servido para o senhor esclarecer quais os seus propósitos e que meios é que é capaz de usar para os atingir.

Como aqui o critério é o "critério que dê mais jeito" e o que leve a mais polémica, levou logo um visto e aprovado por parte do administrador do espaço, que não engana ninguém com o paleio que bolsa da boca.

A bem ou a mal, a maioria da população da nossa cidade não tem a visão tacanha de fanáticos como o senhor. A competitividade com Lisboa nunca deixará de existir e é, sem sombra de dúvida, extremamente positiva para a o Porto, mas fanatismo (aliado ao futebol) nunca serviu nem servirá a cidade e de bom não lhe trás nada.

Fica assim bem plasmado neste Blog, com a aprovação daquele comentário, qual o rumo que o senhor pretende seguir e quais os ideais ?! que segue e que pretende dar a conhecer aos leitores.

resto de boa tarde.