10 dezembro, 2015

E agora, Sr. Pinto da Costa?

Infelizmente para mim, e para todos os portistas, no jogo de ontem, prevaleceram os erros de palmatória que receava acontecerem, citados no post anterior. Está provado, a confiança cultiva-se, transmite-se, não se compadece com actos de fé religiosa nem com "ilusões"... O FCPorto perdeu ingloriamente e ficou afastado da Champions. Ponto.

Há quem se conforme com as estratégias do passado e continue a pensar que o presidente do FCPorto ainda é o mesmo e que sabe o que está a fazer. Não é. Hoje, não só vive afastado e indiferente aos adeptos, como não toma as decisões certas no momento certo. Há uns anos a esta parte que se nota alguma dificuldade na adaptação dos processos de gestão antigos - e que tãos bons resultados deram -, com os que a realidade actual exige. Muitas vezes reclamamos coisas como: "os jogadores de hoje não suam a camisola", "o Presidente e a SAD estão aburguesados", sempre admitindo, por força da confiança que Pinto da Costa nos transmitiu durante muitos anos, que podemos estar equivocados, mas não tenhamos ilusões, nós temos razão.  

Vale isto por dizer que continuamos convencidos que, apesar do descalabro de ontem, Pinto da Costa vai manter a confiança em Lopetegui. Este era um hábito enraizado no FCPorto, compreensível, mas que só era rompido quando o treinador não oferecia garantias de se regenerar. Pessoalmente, e pelo que vou conhecendo da personalidade do treinador, Lopetegui não vai mudar. E como Pinto da Costa já não sabe, ou não quer ver essa diferença, corremos o risco de perder tudo pela segunda vez em duas éopocas seguidas.

A espiral de confiança, até hoje, tem sido oscilante, a partir daqui, não vislumbro arte, alma ou engenho, para inverter a situação.

Mas, gostava que nada disto viesse a acontecer.



5 comentários:

Anónimo disse...

vou votar contra Pinto da Costa. isto atinge níveis de pouca vergonha.

Anónimo disse...

O grande problema neste momento no FCP é não haver alguém com coragem e que tenha alguma força necessária para nas próximas eleições bater-se com Pinto da Costa, assim ele sente-se sempre o senhor absoluto dentro do Clube.

Ontem o Homem mais uma vez inventou com a táctica, isto, já para não falar do futebol pachorrento que ele utiliza. É o campeão da posse de bola, assim qualquer um é, a jogar para os lados e para trás.
Já cheguei à conclusão que qualquer mija na escada nos faz frente e nunca se sabe que ganha.
Ontem deu para ver que o Chelsea não é nenhum papão está atravessar um mau momento, mas, o nosso treinador não aproveitou essa situação preferiu aguardar um milagre, que tristeza.

Abílio Costa.

Anónimo disse...

Eu prefiro continuar a acreditar que o Presidente do Porto (e a estrutura que o acompanha) ainda tem capacidade para tomar as decisões que fizeram do FCP um clube campeão. Agora é ver como as coisas correm até ao final da época e tomar decisões com base nos resultados que este treinador tem que apresentar, inequivocamente.

Deacon Blue disse...

Boas,

Duas ideias que vi por ai mas que merecem ser discutidas!

1.Exagero em encontrar na equipa que se montou em Londres razao para a derrota!
Nao concordo!
No minimo, comeca ai a nossa derrota o que so por si é relevante, e nem a tempo soube reagir!

2.O mal do FCPorto nao comeca (apenas digo eu) no treinador.
E verdade e eu proprio ja o defendi.
Todavía, com o plantel que temos, seria pedir muito termos uma equipa consistente e a jogar futebol minimamente decente? Nao temos condicoes para isso? e assim tao difícil?
E que se tivessemos mais estabilidade no futebol (pelo que vejo nas outras modalidades nao estamos mal) estaríamos um pouco melhor no campeonato....e na champions....o mesmo é dizer que podíamos estar em primeiro lugar na liga e ter passado a fase de grupos...
E neste momento o futebol é o principal centro das nossas atencoes e discussoes.
O embroglio vai ja tao avancado que nos esquecemos de simplificar as ideias.

O outro é o Porto Canal e aqui a coisa tambem nao esta melhor!
Eu vou solidificando a impressao que o Sr. Pinto da Costa quer passar para fora uma ideia de rotura com o passado, de limpeza, de virar de pagina, com laivos de comportamento de estadista, agregador regional/nacional de boas causas e comportamentos....
Creio que se equivoca num país de treta como este!
Para mim nao vai la, a corja de Lisboa nunca lho permitirá.
O timbre ou ADN que sempre caracterizaram presidente e clube, foram a imagem de marca que fez mossa por esse país fora (e nao so) e que sempre nos orgulhou! Era a nossa diferencia, era o nosso orgulho.
O que se esta a ter e a pasar agora é...nada....um vazio....ou se quiserem, é algo com o que o FCPorto nao se identifica! FCPorto e adeptos!!! Porque os adeptos nao mudam de camisola nem se andam a governar a conta do clube.

Os adeptos amam o FCPorto!

Abraco
DB



Rui Valente disse...

Deacon,

não vale a pena continuarmos a tentar descobrir a estratégia que poderia explicar a mudança radical de Pinto da Costa, porque simplesmente ela não existe. Pinto da Costa, por cansaço, recomendação médica ou outra razão qualquer, só quer manter o lugar. As suas atitudes, ou melhor, a falta delas, em todos os aspectos, provam-no. Não é o mesmo.

Aqui há uns anos, discordei com aqueles que já o davam por "finito", até porque não havia motivos sérios para suspeitar disso e porque era a comunicação social que estava apostada em deixar passar essa mensagem.Mas agora, digamos há razões objectivas para acreditar que mudou.

Concordo consigo quanto *as modalidades. Aí, ainda não se notam grandes retrocessos. O andebol, quanto a mim, até melhorou.

Um abraço