11 maio, 2018

Cuidado com os contágios, senhor Pinto da Costa

É isto que não compreendo em Pinto da Costa. Não podia queixar-se de uma dor de barriga e evitar tão fracas companhias? Francamente, não havia nexexidade!

2 comentários:

Jorge Vassalo disse...

A realpolitik assim o obriga.

Espero que agora tenha a motivação necessária para o xadrez adequado...

Abraço

Felisberto Costa disse...

O orelhas fez questão de ficar na chamada "posição de honra" com o seu lacaio Salvador ao lado. Ah, as recordações que esta fotografia lhe vai dar quando a rever por 19.874 vezes na Carregueira!!!!