14 maio, 2018

UMA FESTA TOP!

Grande roubo da arbitragem! Uns incompetentes.
Estão gastas, as palavras para exprimir toda a alegria patenteada este fim de semana nos festejos do FCPorto. Nem a conquista da Champions e da Liga Europa arrastaram tanta multidão! Foi uma festa de arromba, daquelas genuínas, em que a alma e o sentido de revolta superaram todas as convenções. 

A única coisa que veio destoar, foi a derrota da final europeia de hóquei em patins no Dragãozinho, com o Barcelona. Temos um grupo de jogadores excepcionais, tão ou mais competentes que o próprio Barcelona. Só nos faltou a experiência da maturidade, porque técnica e talento estão lá todos. Paciência! Talvez para o ano tenhamos mais sorte, inclusivamente com a arbitragem, porque a de ontem, esteve muito mal ao anular o 3º. golo (do empate) que podia ter mudado o rumo dos acontecimentos. É lastimável que uma equipa fique a dever a erros de árbitros incompetentes a perda de troféus tão importante. Os árbitros deviam ter direito a cartões amarelos e vermelhos, exactamente como os jogadores, porque os de ontem mereceram vários amarelos e no mínimo um vermelho. Isto não significa que o Barcelona não tenha uma grande equipa também, porque tem, mas triunfar desta maneira, é que não está bem.

De qualquer modo, a conquista do campeonato de futebol não foi beliscada pelo hóquei, até porque ocorreu  uns dias antes. A cerimónia da Câmara, com a entrega da medalha de honra  da cidade a Pinto da Costa, por Rui Moreira, foi mais que merecida, porque, apesar da gestão dos últimos anos de Pinto da Costa não ter sido brilhante, fez muito de positivo pelo FCPorto, anteriormente. Foi uma decisão que só enobrece Rui Moreira, e a própria Câmara! Por falar nisto, onde páram os escrúpulos de Rui Rio que o tornam incapaz de se pronunciar sobre a promiscuidade da Camara de Lisboa  e o clube mais corrupto do mundo?  Rui Moreira, nesse aspecto, tem actuado com uma correcção que os políticos partidários não possuem, salvo raras excepções. A propósito, incluo neste pequeno grupo o socialista Eduardo Victor Rodrigues (da Câmara de Gaia do PS), e Ricardo Rio (da Câmara de Braga do PSD), que sendo de partidos diferentes, têm mostrado um nível e uma elevação ética raríssima na classe político-partidária. 

Voltando à festa, não me lembro de ver tanta alegria, tanta espontaneidade, tanta união! Foi uma revolução simbólica, um grito de revolta de luva azul e branca, onde não faltaram umas carvalhadas merecidas, e cânticos satíricos ao clube da vergonha, rosto perfeito da corrupção nacional! A dignidade  destes, começa e resume-se  a uma palavra: FRAUDE!

Viva o FCPorto, C#"@ho, sem papas na língua!  No contexto actual, é assim mesmo!
  

2 comentários:

Anónimo disse...

Apesar de nem sempre correr bem, o FCP foi um campeão mais do que Justo.
Foi um campeonato ganho à vigarice sempre presente de um POLVO maléfico mafioso que destrói tudo que de bom tem o futebol.
Contra tudo contra todos incluindo alguns políticos desonestos e membros das instituições desportivas conectados com esta praga de um POLVO predador destrutivo da moral e do bem.

Festa na Avenida na Câmara e a medalha atribuída a Pinto da Costa que durante muitos anos enalteceu com marca FCP a cidade, tudo mais que merecido. Obrigada Sr presidente Rui Moreira e seus Vereadores.
Repôs-se o merecimento a vontade contra o vexame de um ex/presidente estúpido e ignorante que nada fez pela cidade durante 12 anos que lá esteve.

No hóquei só fomos derrotados por uma trupe de árbitros mal intencionados. Não somos inferiores aos Catalães pelo contrario, perdemos por alguma infelicidade nossa e por terceiros.

Abílio Costa.

marujo88 disse...

Estou de acordo, conseguimos derrotar o polvo mas ainda não lhe viramos o capêlo, só depois disso é que o bicho está morto.
Viva o Porto caralho
Manuel da Silva Moutinho