06 agosto, 2010

Calimero e ... lapa (digo eu)


Posted by Picasa

Clicar sobre a imagem para ampliar

Acho imensa graça quando ouço cantar hossanas sobre a integridade de certas figuras públicas, como Rui Rio e Pinto Monteiro (só para dar dois exemplos mais mediáticos). É que, a propalada seriedade destes personagens tem o pernicioso efeito de lhes toldar a noção do sentido de responsabilidade. Ou seja, impossibilita-lhes a capacidade de perceber que para continuarem a gozar desse estatuto seria imperioso reconhecerem o momento e a forma da suas próprias incompetências, para a seguir terem a nobreza de se demitirem. A seriedade nem sempre traduz a boa consciência...

1 comentário:

dragao vila pouca disse...

Rui, acho que o Manuel Queiroz e você dizem tudo...longe vão os tempos que a maioria idolatrava Sua Excelência, o Procurador Geral da Repúbliaca, eram os tempos da "caça" a Pinto da Costa...

Quando alguém diz que não tem poderes e continua no cargo, está tudo dito.

Um abraço