28 junho, 2017

Diretor de comunicação do FC Porto reafirmou total colaboração com a Polícia Judiciária

O tema dos emails volta a ser assunto principal do programa "Universo Porto", do Porto Canal e Francisco J. Marques ocupou os primeiros minutos a esclarecer o papel do FC Porto na investigação da Polícia Judiciária em curso. "Fui contactado, por telefone, pela PJ, pela Unidade de Combate à Corrupção. Desde aí tenho estado a colaborar com pessoas dessa unidade. Solicitaram entrega dos emails que temos revelado e entregámos tudo. O que foi revelado e o que não foi revelado, que é a maior parte. Não me posso pronunciar sobre o que está agora no processo e que está em segredo de justiça. Da nossa parte, FC Porto, estamos completamente disponíveis para colaborar no que podemos, que é partilhar informação que temos e que venhamos a ter. À medida que nos chegue nova informação, o nosso compromisso é de entregarmos tudo o que nos chegue. Queremos contribuir para que tudo isto se esclareça."
Francisco J. Marques : "O melhor ainda está para vir"
Quanto à limitação em continuar a divulgar novos emails ou outra informação, o diretor de comunicação do FC Porto sublinhou que nada o impede. "O segredo de justiça impede pessoas que são parte do processo de divulgarem material obtido através do processo. Mas nós já tínhamos conhecimento prévio. Sou eu que estou a ceder coisas à Polícia. Eventualmente não vamos revelar algumas coisas para dar oportunidade à investigação, mas não estamos impedidos de revelar o que quer que seja, de nada."
Francisco J. Marques sublinhou ainda que revelou à PJ tudo, incluindo a forma como obteve os email. "A Polícia sabe tudo. Não escondemos nada. Agora não sei se o que eu cedi serve de prova. Não sou jurista.

5 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Felisberto Costa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Rui Valente disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.