02 novembro, 2017

Agora, pergunto eu: o que passou se ?!?!?


Se a incoerência pagasse imposto, a SAD do FCPorto estava completamente falida. Se Roma não paga os seus traidores, paga o FCPorto.




Prefiro cenas mais saudáveis, como aqui em baixo ...

15 comentários:

Anónimo disse...

Rui, os inimigos querem-se por perto, de preferência no nosso ângulo de visão.

Rui Valente disse...

Também é verdade, mas não é preciso exagerar...

Anónimo disse...

:))) sim, nada de exageros.
Mas, imagine o que estão a pensar, com esta imagem, os corruptos de Lisboa?

Rui Valente disse...

imagino sim. Imagino que é uma espécie de bálsamo para a imaginação dos corruptos de Lisboa, passe a redundância.

Anónimo disse...

ou estão a pensar. Este gajo anda a enganar-nos, vamos usar as mensagens. Entalem o gajo, ordena o 1º ministro!

Anónimo disse...

O que é certo é que Passou-se mesmo. Com aquele ar angélico, ar de arrependido, que mais não parece uma múmia, ou que chegamos. O velhote deixou, as armas de guerra e agora só quer e um caldo de galinha umas pantufas e uma carícia de menina.
Bom, o mais importante foi ganhar fazendo das tripas forças e deixando alguns boys tristes, infelizes, com a semana estragada.

Abílio Costa.

José A. Ferreira disse...

Mesmo à mão, para levar com um encharcado na tromba.

António Ferreira disse...

Rui, a FPF teria sempre direito a ocupar estes lugares no camarote presidencial, confesso que também me desagrada mas ficava mais desiludido se o nosso presidente não tivesse aproveitado para lhe disser de viva voz o que nos vai a todos na alma, gosto de pensar que o terá feito, algo do género "de cretinos e cobardes já estava o futebol português bem servido era escusado ir para lá fazer as mesmas figuras tristes dessa gente" claro que isto é a versão soft, Eu teria preferido "Oh! meu grande filho da puta, vendido de merda!

Rui Valente disse...

Para mim, não faz nenhum sentido ter um canal de televisão a denunciar arbitrariedades com indícios criminosos, e a lamentar a inactividade da Federação Portuguesa de Futebol, para depois abrirmos as portas ao respectivo presidente que dias antes não teve pejo em divulgar uma ameaça telefónica a um árbitro com vestígios que cheiravam a Porto (Mouro!). Só por má fé!

Assim sendo, não me custa admitir que a SAD do FCPorto tenha sido vítima de um grave ataque de masoquismo.

Pelo menos, respeitem os adeptos!

Guilherme de Sousa Olaio disse...

Caro Rui Valente,

Parece-me que o que "passou-se" foi o seguinte:

O Futebol Clube do Porto, convidou a Federação Portuguesa de Futebol e não o "Facadinhas".
Aliás, só a desfaçatez em aceitar representar a Federação, num evento, na CASA de todos os Portistas que há muito lhe toparam o jeito para a dissimulação e ingratidão, mostra que está preparado, como muitos nortenhos deste País para um dia vir a chafurdar na gamela do centralismo.
Fui apoiante de todos aqueles que têm até hoje lutado pela Regionalização deste País. Vejo-os hoje entusiasmados com a descentralização. Contagiado pela luta do Povo Catalão, já estou noutra. Se tenho à luz do conformismo que se adivinha, engolir habilidades geo-políticas só me resta aguardar que futuras gerações subam o patamar da exigência. INDEPENDÊNCIA.

Cumprimentos

Rui Valente disse...

Caro Olaio,

se a o FCPorto convidou a Federação, convidou Fernando Gomes, como é óbvio. Quem esperavam que aparecesse? O porteiro?

Agora, o que me parece é que, dado o comportamento do F. Gomes para com o FCPorto ser, a todos os níveis, execrável, o mínimo que o FCPorto devia fazer, era ignorá-lo como ele ignora o clube onde trabalhou.

Estas hipocrisias politiqueiras enojam.

Um abraço

Felisberto Costa disse...

Há gente que tem um enormissimo estômago...

Anónimo disse...

Há alguém mais traidor, falso, manipulador, actor, que o Prof. Marcelo?
No entanto para a grande maioria dos portugueses é o melhor PR de todos os tempos. Não custa viver é preciso é saber.

Rui Valente disse...

pela minha parte, não sou ingénuo, nem pertenço a esse grupo de pessoas.

Marcelo é um político hábil. Ao assumir a presidência da República, optou por um estilo informal e popular. Ele sabe quais são os pontos fracos do povo e usa-os para oconquistar. Nada tenho contra o estilo, desde que seja coerente e duro quando os momentos o exigirem.

Anónimo disse...

Dá para entender que não pertence a esse grupo de pessoas.
No entanto já reparou que faz parte duma imensa minoria.
Marcelo é imagem e domina a imagem melhor que ninguém. Ser popular não é defeito, pelo contrário. O problema é ser popularucho em pequenas fracções de tempo. Quando os meios de comunicação social estão em extâse e ávidos de sangue ele estará sempre desse lado e se possível a liderar. Só não vai escavar terra para Lagos à procura da Maddy porque já lá não está ninguém para o filmar. Mas espere pela hora dos telejornais e vai ver o que ele tem a dizer de discotecas. Todos sabiam e sabem o que se passa nesses locais, mas só hoje é que vão ter opinião e tomat medidas.