14 novembro, 2017

Ter catraios no Governo dá nisto

Jõao Paulo Rebêlo
O secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, frisou, esta segunda-feira, que não existem "tratamentos diferenciados" no futebol português e referiu que nenhum clube pode prestar apoio direto a grupos afetos de adeptos não registados.

"Não é aceitável saber que há, ou imaginar que possa haver, um tratamento diferenciado. Somos todos rigorosamente iguais à luz da lei. O Instituto português do Desporto e da Juventude está a trabalhar e isso deve deixar descansados todos os que seguem o desporto", começou por sublinhar João Paulo Rebelo.

À margem do lançamento da bandeira da Ética, que decorreu no complexo desportivo da Academia da Estrela, em Lisboa, o secretário de Estado deixou claro que "não há clubes de clubes de primeira nem de segunda", alertando que a "lei é para ser aplicada a todos de forma inequívoca".

Questionado sobre os eventuais apoios prestados pelos clubes aos grupos afetos de adeptos não registados, a resposta foi clara, garantindo que "não podem existir".

Nota de RoP:

Estas reacções são acepipes muito difíceis de digerir. Bem sei, que um catraio, é um catraio, que quem o nomeou para o cargo de Secretário de Estado do Desporto, ainda mais catraio é. Só ao fim de quase meio ano, é que este Chico-esperto se decidiu a pôr o pescoço de fora? E ainda por cima para fazer de nós colegas de creche?
  
Estas declarações pecam por tardias e por razões obscuras... É que, mesmo sendo tardias não acrescentam nem esclarecem nada. E, das duas, uma,ou é gato escondido com o rabo de fora,ou  uma provocadora resposta cheia de nada. Talvez me engane, mas cá para mim, cheira-me a lexívia.

Caros leitores: estou disponível para encabeçar uma petição a exigir a demissão imediata deste miúdo.  

PS-Na impossibilidade de publicar um artigo de Álvaro Almeida, ex-candidato à Câmara do Porto, referente à independência da Catalunha/Regionalização portuguesa, deixo aqui o link cuja leitura recomendo:

9 comentários:

Anónimo disse...

E de ler a cronica no Jn Catalunha e regionalizaçao

Rui Valente disse...

Agradeço a sugestão anónimo, mas já li o artigo no JN que considero muito bom. Só não o digitalizei porque não consegui enquadrá-lo em post. Vou colocar o link aqui mesmo.

Obrigado, de qualquer modo

Manuel Fonseca disse...

não tenho conhecimento nem saber para tal petição mas pode contar com a minha assinatura caso avance com a ideia

Rui Valente disse...

Manuel Fonseca,

isso só vai depender da adesão que a ideia tiver. De qualquer modo, é bom saber que já consegui um subscritor.

dragao vila pouca disse...

Rui, petição? Ainda há poucos dias assinei uma sobre o presidente do IPDJ e acho que morreu à nascença...
Abraço

irredutivel disse...

dois

Rui Valente disse...

Meus caros,

haja paciência.

Se há coisa que não abunda no Porto, são cidadãos interventivos.

Enchem os blogues portistas de comentários queixosos mas não mexem uma palha para dar o corpo às balas. Assim, nem eu que sou portista os levo a sério.

Pobre Porto, pobre FCPorto.

Anónimo disse...

Coitado do Rebelo nem vê-lo. Esse o do IPDJ, são objectos voadores não identificados, são duas múmias paralíticas, azeiteirar os contribuintes deste pais. Dois cagarolas que morrem de medo que o padrinho lampião lhes morda o cachaço.

Abílio Costa.

Felisberto Costa disse...

Força nessa petição... estou de corpo e alma!