21 abril, 2011

É a 2ª vez em poucos dias, que apedrejam a Polícia. Não metam os portistas neste filme.

7 comentários:

victor sousa disse...

curiosa a postura do cidadão que está de ministro da AI. Deve ser por estar em gestão, que se não manifesta publicamente preocupado. De outro modo, teria vindo logo a terreiro definir directrizes, enérgicas, contra os energúmenos, que tem pátria.
É assim, demagogicamente, que se destroem os valores de uma comunidade. Mas ganham-se votos. Afinal, eles são 6 milhões...

dragao vila pouca disse...

Ontem estava a ver o Telejornal e é extraordinário, o tipo que fala na peça, sobre os incidentes, nunca disse que eram adeptos do Benfica. Eram as claques para a frente e para trás, mas dizer peremptoriamente, que era a do Benfica, está quieto, não convém.

Abraço

vidairada disse...

Engraçado como a C.S. lida com pézinhos de lã com estes assuntos quando se trata de ADEPTOS BENFIQUISTAS e a eles se referem (maciamente para não aleijar susceptibilidades) como individuos com adereços do benfica!!!!!!

RABÃO AMARAL disse...

«Já vi o meu clube levar 7, levar 5 de ambos os rivais, ser eliminado por Gondomares, etc, etc, perder finais europeias, perder taças, supertaças, campeonatos e diversos jogos importantes. Já vi o Benfica ser presidido por um ladrão, já passei por operações coração, por equipas ridículas nos anos 90 feitas por jogadores que deveriam ter pago para sequer treinar no campo nº3 do Estádio da Luz, quanto mais para envergar o manto sagrado, já vivi imensos momentos tristes e humilhantes para além dos que já aqui enumerei e sempre de cabeça erguida, mas hoje foi demais... Hoje fui "obrigado" a baixar as calças e me deixar enrabar perante tamanha impotência e banho de classe, bola e superioridade que levamos.

Amanhã uma vez mais serei gozado no trabalho, na rua, nos cafés, etc... e tudo isto porque nasci com esta "doença" incurável que é ser Benfiquista. Uma "doença" que sempre defendi com muito orgulho e honra, mas que hoje pela primeira vez em tantos anos me fez meter o rabo entre as pernas e corar de vergonha, para não dizer raiva ou outra coisa qualquer...»

vidairada disse...

Afinal LFV não falou ontem após o jogo mas hoje deu uma conferencia bastante clarificadora principalmente para jorge jesus;
http://www.youtube.com/watch?v=exrfVrjIO14&feature=relmfu

zangado disse...

Espanto? Não é nada de novo, é a atitude tradicional e facciosa da comunicação social "nacional" ou melhor lisboeta.Quando algo acontece com adeptos, viagens ou outras situações que "envolvam" o Porto andamos dias a ouvir falar do mesmo; já os pretensos modelos de civilidade desse clube vermelho, sejam dirigentes,adeptos, membros de claques, apagões, túneis e stewards, estes mais uma vez,a sua acção é sempre diminuída e até ocultada, evitando divulgar a realidade.
Que se pode esperar do incompetente do Ministro da Administração Interna, benfiquista assumido e assíduo no camarote? Nada, como da vez anterior. Com esta impunidade que nem o governo, tribunais, comandantes da polícia e outros responsáveis têm a coragem de terminar, aonde vamos parar? De uma vez por todas, esta dualidade de critérios e a impunidade de que estes insurrectos gozam têm de acabar. Senão então precisamos de um novo país, sem estes políticos incompetentes e irresponsáveis.

Anónimo disse...

São grupos marginais, gangs e toda a especie de escumlha a coberto do chefe do Pó branco, queimam autocarros, matam com patardos. Guardam matracas, e todo o tipo de objéctos perigosos nas instalações do estadio.
Neste momento estão todos com o periodo e a espumar como cães, mas isto vai passar quando forem arrumados pelo Paços Ferreira e pelo SCBraga.

O PORTO É GRANDE VIVA O PORTO