28 janeiro, 2015

Serrão não consegue saber o que quer, mas sabe o que não quer...



Manuel Serrão
Uma mulher de sonho





Alexis Tsipras o homem que levou um partido de esquerda radical à vitória nas eleições gregas e menos de 24 horas depois se coligou com um partido de direita radical para chegar ao poder, é só 10 anos mais novo do que Pedro Passos Coelho, mas parece muito, muito mais novo. Em termos de idade são apenas 10 anos que os separa, mas as verdadeiras diferenças entre os dois são bem maiores. Como são, graças a Deus também, gigantes as diferenças entre Portugal e a Grécia, entre os portugueses e os gregos.
Agora é que os gregos se vão ver mesmo... gregos. Embora esteja convencido que Tsipras vai perceber num curso acelerado como é que Passos Coelho ficou cheio de brancas em tão pouco tempo, os pobres que acreditaram no século XXI que os ricos é que pagam a crise é que vão ficar mais pobres do que já são!
Admito que por estes dias não exista nenhum banqueiro grego com disposição para lhes dizer que aguentem, mas vou seguir atentamente os próximos dias de Atenas, porque tão cedo não vou ter outra oportunidade para saber como é que uma ilusão se desfaz em menos tempo de um fósforo.
Para Portugal estas eleições helénicas são uma espécie de Syriza em cima do bolo e em menos tempo do que nos vai demorar a cantar os parabéns, iremos verificar que para mal já basta assim.
É sabido que o sonho comanda a vida de muita gente, mas a coisa torna-se perigosa quando são sonhos destes que tomam conta do poder de comandar a vida de quem gosta de sonhar... mas com os pés bem assentes na terra.
Imaginem um Governo com Ana Drago a ministra da Cultura, Louçã na Economia, Fazenda nas Finanças, Semedo no Trabalho, Marisa Matias nas Necessidades, Pedro Soares na Administração Interna, Mariana Mortágua na Justiça, Rui Tavares na Educação, Daniel Oliveira na Agricultura e Catarina Martins na presidência do Conselho de Ministros.
Imaginem, só por brincadeira, o que seria aqui, na nossa terra, em vez de um Syriza, termos em S. Bento os dois ou mais grupelhos que ora entram ora saem do Bloco de Esquerda, como quem vai mudando os bares em que bebe uns copos.
E Catarina Martins: será que sabe a diferença que existe entre uma mulher que sonha e uma mulher de sonho?
(do JN


)













Sem comentários: