27 março, 2015

FCPorto, sempre curto, sempre atrasado


Resultado de imagem para Pinto da Costa

Não escondo a ninguém o meu desagrado com o modo como o Pinto da Costa da actualidade tem dirigido o FCPorto, e tem gerido a sua (não) relação com os adeptos. Ultimamente, remete-se ao silêncio quando se esperava que falasse, e fala quando podia estar calado. Diga-se o que se disser, Pinto da Costa não é o mesmo. Não é por acaso que o Porto Canal é uma nódoa no que à informação diz respeito. Comete erros de palmatória, técnicos e de comunicação, como o FCPorto dos últimos tempos.

Não vai muito tempo, escrevi vários artigos sobre o Porto Canal, e - para meu desgosto - não foi pelas melhores razões. Foi para alertar para algum laxismo que se estava a instalar e sobretudo para a falta de criatividade dos seus responsáveis directos. Ao mesmo tempo, e uma vez que o FCPorto era (diziam) seu proprietário, estendia as críticas à aparente indiferença dos responsáveis do clube com o que se estava a passar no Porto Canal.

Há cerca de 3 anos, os jornais, incluindo o JN, anunciavam a compra pelo FCPorto de 97% do capital  da Media Luso (do grupo espanhol Mediapro), prevista para Janeiro de 2012. Esta notícia nunca foi desmentida. A partir daí, nunca mais soubemos ao certo como andavam as coisas. Nem o Porto Canal, nem o FCPorto, tiveram o cuidado de informar o universo portista do que se estava a passar, o que, como é normal nestas condições, deu aso a todo o tipo de especulações. Nunca ouvi o Presidente Pinto da Costa dizer nada de concreto sobre uma ideia de projecto para o Porto Canal. Apenas trivialidades. Coisas como: "será um canal para o Porto e para o Norte, com particular destaque para as regiões". De concreto, ficamos a saber que não seria um canal exclusivamente desportivo, mas antes um misto de generalista e desportivo. E foi tudo.

Hoje, tanto o JN, como o Porto Canal, publicitaram a entrevista que Pinto da Costa deu ao jornal do clube, e que será transmitida logo à noite. Pelo pouco que pude saber, trata-se de mais do mesmo, redundâncias. A realidade, é que já não condiz com o que foi  propagado anteriormente, que o FCPorto era quase dono do PCanal. Agora sabe-se, que há uma nuance em relação ao que o JN escreveu em 2011, ou seja, que afinal os espanhóis da Mediapro ainda eram proprietários do Porto Canal, e só agora (ler aqui) é que o FCPorto (FCP-Media) deterá cerca de 70% do capital, 20% para a Mediapro, e  o restante das acções serão para algumas empresas nortenhas. 

Quanto ao conteúdo, nada de novo. Banalidades. Será, "um canal para a região nortenha e contra o centralismo" (palavras de Pinto da Costa). Para mim, e até prova em contrário, isto é palha, pois nada de verdadeiramente novo foi dito. Não há um projecto, um sinal que seja que indicie uma profunda remodelação, uma linha de rumo, uma substância. Se zelar pela região fôr manter programas com nome apelativo, mas sem conteúdo, e sem verdadeiro interesse público, como o "Parlamento das Regiões", que é pura intriga política, estamos conversados. 

Pinto da Costa tem razão para arrasar Fernando Gomes, actual presidente da FPF, mas talvez fosse mais útil para o clube que atacasse o toiro pelos cornos, isto é, que já tivesse alertado a Comissão de Arbitragem da dita cuja federação para a pouca vergonha das arbitragens que nos custaram pelo menos 6 pontos na tabela classificativa.

Por isso, não espero logo à noite qualquer surpresa na entrevista de Pinto da Costa. Como já tenho vindo a dizer, este, não é o senhor Jorge Nuno Pinto da Costa que me habituei a admirar. Este, rendeu-se ao triste papel de corta-fitas.    


4 comentários:

marujo88 disse...

Estou de acordo com tudo o que escreveu, infelizmente para nós portistas o nosso presidente já não é o que era. Na minha opinião o Porto Canal,tal como está, não tem interesse nenhum para o Porto clube e para o Porto cidade.
Abraço
Manuel da Silva Moutinho

Deacon Blue disse...


Bom dia Rui!

Como é evidente, com a compra do Porto Canal (que só transmite por cabo...)a atitude e postura do presidente do clube mais mal tratado em Portugal, que vai ser o propietario do canal, o Sr. Pinto da Costa (e FCPorto) , tem que ter uma postura de low profile e do políticamente correcto. O que aliàs vem acontecendo de hà uns tempos a esta parte.
Pinto da Costa nao pode minar/condicionar a vida e a subsistencia de um canal de Tv (por cabo...) com a mesma atitude que tinha no passado.

Tá a ver nao está?....

Até aposto que o Julio Magalhaes o ajudou neste processo de recondicionamento de atitude.

O que me parece que Pinto da Costa está a esquecer, é que esta atitude neste triste país nao lhe vai valer de nada!
Ninguém vai dar merito, reconhecimento, o que quer que seja neste país a algo/alguém que tenha por tras o FCPorto e Pinto da Costa.

Se sao estas efectivamente as intençoes e os cuidados de Pinto da Costa, entao o melhor é mesmo ele se dedicar à reforma e entregar o lugar a outra pessoa, definitivamente.

Abraço
DB

Rui Valente disse...

Deacon,

A mudança de atitude do Presidente não começou agora, nem me parece que tenha sido o Júlio Magalhães a "aconselhá-lo" a fazê-lo. Inclino-me mais para um (ou mais) elemento da SAD (Adelino Caldeira, ou mesmo F. Gomes). Até porque PCosta tem vindo a perder gás há umas épocas a esta parte.

O que eu gostava de ter ouvido ontem da boca de P. Costa, é que tinha um plano, uma ideia sólida para o Porto Canal,e não vir anunciar agora aquilo que era dado como adquirido há muito tempo, o que prova a insensibilidade para a oportunidade das notícias apresentadas no tempo certo.

Se deixar nas mãos de Júlio Magalhães o destino do Porto Canal, não acredito que possam acontecer grandes
novidades em termos programáticos e de qualidade. Mais do mesmo, é o mais expectável.
Estou decepcionado.

Um abraço

Anónimo disse...

Foi uma entrevista com poucas novidades, nada, que nós não soubesse-mos. Estou com ele, em relação ao Facadinhas a sair da FPF, o futebol para este senhor é um penico, só quer subir de galho e a LIGA e FPF foi o trampolim, este senhor, está encher os bolsos à custa da esperteza saloia.
Quanto ao Porto Canal ser uma televisão só para o Norte, ótimo, agora, não sei se o Juca alinha nesta neste projecto!... Vamos aguardar, mais notícias.
À dias o ministro ou secretário dos transportes, estava a falar no aeroporto Sá Carneiro na inauguração de mais um voo Low cast, o infeliz a dado momento, chamou-nos choringas contra à centralização, por outras palavras claro, quero dizer que me ofendeu, para esta Peste centralista vai o repúdio.

Abílio Costa.