07 dezembro, 2016

FCPorto 5 - Leicester - 0



São dispensáveis os comentários. Só tenho a dizer, confesso que com grande desgosto, que se este mesmo jogo fosse arbitrado pelo melhor dos árbitros portuguêses, o resultado seria impossível. Não porque o árbitro alemão tivesse beneficiado o FCPorto, porque não é assim que gostamos de vencer, mas pela soberana razão de nos ter calhado um árbitro HONESTO  e competente (nem se deu por ele). Assim mesmo, HONESTO, com maiúsculas!

Estão a ver a frequência com que o André Silva é atropelado pelos adversários no nosso transparente campeonato, dentro e fora da área? Estão? Agora, contem as faltas que têm sido poupadas aos nossos adversários e tirem as vossas conclusões.

Que esta exibição seja para repetir e que os fantasmas tenham sido definitivamente afastados.

PS-Grande jogo colectivo e  individual. O golo do Corona é o meu eleito. À inglesa, sem preparação.

2 comentários:

Anónimo disse...

Sempre assim foi sr.rui valente os árbitros dai ( eu estou fora )são uns escroques e sempre beneficiam os também escroques da capital.UMa pequena sugestão e que tal aparecer um portista anonimo capaz de oferecer uma nova dentadura natalicia a algum desses escroques? E que também estar sempre a espera que o homem que já vai a caminho dos oitenta nos defenda e curto muito curto.

Anónimo disse...

Quando jogam todos e todos estejam disponíveis para dar o melhor pela equipa e as pestes das nossas arbitragens não compliquem, é tudo mais fácil e ganha o melhor como foi no jogo de ontem.
Quando assim é, o que dizer...

Abílio Costa.