22 abril, 2017

Páginas 4 e 5 de uma investigação abortada


Clicar nas imagens para ampliar

3 comentários:

dragao vila pouca disse...

Este Apito Encarnado, cheio de factos que corriam à boca cheia, mesmo antes desse documento ser entregue na PGR, é um entre muitos exemplos do que é este país. Não é fácil lutar contra isto, mas se não houver medo, se quem tem poder e capacidade para colocar isto na ordem do dia, não ficar calado, isto pode abanar.
Haja coragem!

Abraço

Rui Valente disse...

Vila Pouca,

este, não é um probleminha do mundo do futebol, é um problemão de cariz político, social e económico. É a credibilidade da Democracia que já não tem margem de manobra para brincar com os eleitores.

Se fosse presidente do FCPorto, instigava o universo portista a não votar com base no branqueamento contínuo deste caso. É que, ninguém pode dizer sem mentir, que no tempo de Salazar era pior que agora. Salazar era um ditador não assumido, mas era um ditador. Estes, dizem-se democratas, mas servem-se de liberdade para exercer a ditadura "moderna" fingindo-se democratas.

É repugnante, tudo isto!

PS-Se me perguntassem se preferia abdicar de mais um campeonato, a ter garantias que esta escumalha ia ficar a contas com a Justiça e ser incriminada, a minha opção era a segunda.

marujo88 disse...

Vou partilhar no facebook, tal como fiz ontem para chegar a mais alguns.
Abraço
Manuel da Silva Moutinho