11 abril, 2017

Respeito!

Por certo..críticas e insinuações maliciosas destrói vilmente...não edifica!
Pois... político pensa assim


Por norma, respeito toda a gente, e gosto de proceder assim. Mas também gosto de ser respeitado, na volta. A educação começa por respeitarmos as pessoas que mal conhecemos, partindo do princípio que são pessoas de bem, até prova em contrário. Em resumo, creio pensar como a maioria das pessoas. 

Se as figuras públicas seguissem este paradigma, talvez começassem a dar mais valor às aparências e passassem a ter mais cuidado, tanto com aquilo que dizem, como sobretudo com aquilo que fazem. Porque, para essas pessoas, por aquilo que deixam perceber, a imagem pessoal é o lado que importa das aparências. Mas não é. É o que fazemos com ela.

Quanto menor fôr o contraste entre a teoria das ideias e a eficiência da sua prática, mais perto estamos de merecer o respeito de todos. Desprezivelmente, não tem sido esta a opção de vida de muitas figuras públicas, como políticos, banqueiros, empresários e jornalistas.   

Pelo que vamos observando, nem o sábio refrão da mulher de César funciona, quando até as aparências se contradizem. Então, se juntarmos os exemplos atrás referidos com a total inoperância da Justiça, já pouco sobra de respeitável. 

Com isto termino, sem deixar de reforçar uma convicção: actualmente, não há político governante que mereça o meu respeito. Até porque, cada vez me convenço mais da incapacidade de  regeneração dos partidos políticos. No seu seio há gente, e essa gente continua a ver neles, exclusivamente, meras agências de negócios para o futuro das suas vidas.

4 comentários:

Anónimo disse...

Aquilo que eu sei de tudo isto é: Que o político, se quer ser bom político tem que mentir, já está no ADN do sr político.
Os governantes vão sempre mudar tudo, que é para ficar tudo na mesma.
Os bancos fazem parte do motor da nossa economia! Vê-se a potência do motor para chegarem rapidamente com o dinheiro roubado para o bem deles aos paraísos fiscais.
A justiça suave branda para os amigos, a justiça cega e injusta para os outros.
O colinho, o gamanço o fechar os olhos sempre para o mesmo, para o clube dos 1o milhões. E assim vai este país.

Abílio Costa.

Rui Valente disse...

Pois é Abílio,

é precisamente esse conceito de "bom político" que desacredita a política. A juntar a essa fatalidade, está a resignação deste povo.

Anónimo disse...

Costa & Costa
É que em relação ao respeito, não há respeito nenhum, enquanto houver gentalha mal formada sem ética que vivem do servilismo que querem ser, mas nunca vão ser nada.
Falam do respeito mas nunca respeitaram ninguém, vivem da calunia da mentira e do vale tudo. São papagaios, cassetes para agradar ao dono, como não respeitam ninguém são a mentira de um ser respira.

Anónimo disse...

Realmente tenho uma duvida ? Em que continente ficam as republicas bananeiras?