27 novembro, 2009

Algumas razões para amar a Pátria



Governo quer desviar a Red BullAir Race do Porto para Lisboa

Não foi decerto a realização deste evento desportivo o maior dos pecados de Rui Rio, bem pelo contrário. É manifestamente insuficiente para fazer esquecer o pouco que o autarca portuense fez em benefício da cidade, mas é indesmentível que toda a gente aceitou como positiva esta iniciativa. Assim fizesse Rui Rio em tantas coisas mais e com outra prioridade. Pois, até este evento Lisboa se prepara para nos roubar, e não duvidem, vai conseguí-lo, e nós vamos consentir! E ainda há quem defenda a inocência de Lisboa no que à centralização diz respeito.
Repito o que não canso de dizer: é em Lisboa que se decidem as coisas, em mais nenhum outro local! É para Lisboa que partem os Miguéis de Vasconcelos do Porto e de todo o país, para estarem junto do Poder.
Com a desfaçatez do costume, e também com a nossa habitual resignação de povo cordeiro [não confundir com ordeiro], o Governo decidiu adiar a conclusão do TGV entre o Porto e Vigo. Cobardemente, sempre a baixo nível, como é timbre da actual classe política nacional, foi preciso saber pelo Ministro do Fomento espanhol que a ligação de alta velocidade não será concluída antes de 2015!
A rede de parques metropolitanos da AMPorto foi também chumbada pelo QREN, depois de ter sido aprovada em 2005 pelo Conselho de Ministros. Querem mais? Que vos repita à exaustão a mentira pegada que tem sido a Regionalização? Chamam a isto um país sério? Um Estado de Direito? Mas, afinal, o que é que querem? Um país, ou um mega Big-Brother?
Decidam-se, porra!

11 comentários:

Anónimo disse...

A Galiza tem mais consideração pelo NORTE ?!

Rui Valente disse...

Pelos vistos tem.

Pelo menos,foi a partir de Espanha que ao Norte foi dada uma explicação [ou uma informação, se quiser]aos nortenhos do que tinha sido decidido em conjunto com o governo português que, lembro-lhe, se manteve calado como um rato.

Uma informação é sempre uma informação, mas nem isso o Governo português se dignou dar aos portugueses. Pelos vistos você deve concordar. Ou tem dúvidas?

renato disse...

Mais uma da capital do império, gerida por governantes que invejam o que de bom se passa na "paisagem"!

Ainda existem pessoas com dúvidas sobre a consideração que a Galiza tem pelo Norte!!! Talvez por isso se refugiem no anonimato!

Abraço,

Renato

dragao vila pouca disse...

E o Rio continua sereno e calado?
E no caso do TGV também?

Grande Rio!

Um abraço

Anónimo disse...

Há uma coisa que é certo: o circuito da Boavista não vai para
a capital do império, pois este desporto é a alegria e a satisfação
de Rui Rio.
Quanto ao resto; Red Bul Air Race,
TGV, pavilhões desportivos nas
freguesias da cidade ou instituições da cidade;isso é ignorado por um presidente com
algum autismo.

O PORTO É GRANDE VIVA O PORTO.

Rui Farinas disse...

Os roubos feitos por lisboa ao Porto e ao Norte de modo geral,são cada vez mais descarados. Pudera,nós limitamo-nos a uns inofensivos gemidos... Fico a pensar se não seria possivel combinar com a Galiza uma alternância da Red Bull entre nós e eles. Se tivermos de perder o festival,pois que assim seja,mas nunca para aqueles desgramados da chamada capital! Mil vezes na ria de Vigo do que no Tejo. Vão roubar prá pqp!

Luis disse...

Para o anónimo: a Galiza tem mais consideração pelo Norte!
E eu como Nortenho,tenho mais consideração pela Galiza do que pelo Terreiro do Paço , mas isto sou eu.

dragao vila pouca disse...

Curiosa a postura do Semedo, cabeça de lista do Bloco de Esquerda ao distrito do Porto...

Um abraço

Anónimo disse...

Porto de asas cortadas

Publicado por PauloMorais em 26 Novembro, 2009

“É urgente transferir para a esfera regional a propriedade e a gestão do Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Só independente, o Aeroporto do Porto sobreviverá. Integrado na rede nacional da ANA, será apenas uma filial do Novo Aeroporto Internacional de Lisboa, um apeadeiro periférico de Alcochete.”
Ontem, no JN.

Anónimo disse...

sexta-feira, 27 de Novembro de 2009

red bull air race centralizada

A notícia da transferência da relização da prova da Red Bull Air Race do Porto para Lisboa nos próximos três anos é vista por Rui Moreira como “uma decisão de um Governo colonial”.


O presidente da Associação Comercial do Porto sustenta que o Executivo centraliza o investimento em Lisboa.

“Porto não perdeu, o Porto foi roubado, como de costume. Como já se sabia, porque já no Verão isso foi falado, o Governo resolve subsidiar o Red Bull Air Race desde que seja realizado em Lisboa, no Tejo”, disse à Renascença.

“O governo de hoje em dia é um governo perfeitamente colonial, que vive concentrado em Lisboa, que concentra todo o investimento em Lisboa e acha que nós somos seus colonos e seus súbditos e portanto não está interessado em investir aqui, principalmente no turismo. Tem-se visto o comportamento do governo relativamente ao fomento do turismo nesta região”, acrescenta.

zangado disse...

Esta notícia é mais um exemplo e bem claro do colonialismo e imperialismo lisboetas sobre o resto do país. Que fazem os políticos eleitos pelo Norte? Quase todos se calam, para não perder os lugares. Muitas vezes, como nesta, são muito piores os provincianos como Sócrates ou Cavaco, deslumbrados com a capital e a graxa que lhes dão, que os naturais de Lisboa. Sócrates não tem desculpa pelo que anda a fazer, ele que, sendo da "província" devia ser um dos primeiros a lutar contra o centralismo lisboeta que se alimenta do que rouba ao resto do país.
Rui Rio? Nem um pio, o que mostra a sua conivência já várias vezes notada com Sócrates, ambos ao serviço de Lisboa e da política contra os portugueses.
Temos de acabar com iswto, regionalizar já não chega.
Se não há igualdade e isto continua, prefiro ser independente que fazer parte do mesmo país que Lisboa!