25 novembro, 2009

Porque já não falo de Rui Rio

Rui Rio foi reeleito para presidente da Câmara M. do Porto, como tal, considero totalmente desnecessário comentar o que ele faz pela cidade, quando o que ele devia fazer e não faz, continua a ser uma flagrante evidência. Não se estranhe portanto que pouco ou nada venha escrevendo sobre o autarca portuense.
Tenho um outro blogue que ilustra melhor que mil palavras o muito daquilo que Rui Rio não fez, e continua sem fazer, pela cidade do Porto. Se quisermos analisar as prestações deste Presidente com mais minúcia ainda, basta lermos nos jornais diários o manancial de declarações negativas em termos de preservação do património urbanístico de pessoas que visitam a nossa cidade [turistas], e de muitas outras que por cá residem, desde estudantes a imigrantes trabalhadores, etc., para se dissiparem quaisquer dúvidas. Sem dúvidas, pelos vistos, estarão[?] seguramente todos quantos lhe proporcionaram a manutenção do cargo e, é a esses, e só a esses, que a partir de agora devemos assacar responsabilidades por tudo de negativo que acontecer na cidade. Isto, se for possível localizá-los.

Seria pois, muito interessante, realizar um estudo sério que procurásse descobrir até que ponto esta gente [eleitores] que lhe tem amparado o cargo, é mesmo do Porto, ou se veio cá parar de pára-quedas [como Rui Rio, aliás], apenas para olhar pela vidinha pessoal ao estilo da maninha do Paulo Portas que aos fins de semana [ou nem isso] se mete no carro para zarpar até Lisboa, onde efectivamente vive.
É preciso esclarecer melhor o que é pertencer a uma terra, porque não é seguramente o exemplo que citei... E como este, devem haver outros mais.

3 comentários:

Luis disse...

Infelizmente para mim e muitos Portuenses, tenho que gramar mais 4anos de cinzentismo.
Mesmo desiludido com a falta de vida da minha/nossa cidade , acho que certos habitantes só têm aquilo que merecem, um presidente que gere a cidade como se fosse uma mercearia.
Resta continuar a manter o carácter que nos moldou e tornou Tripeiros!

dragao vila pouca disse...

Caro Rui, é isso mesmo não bata mais no céguinho. Quem o elegeu que aguente. O Porto e o Norte perdem, mas vale a a pena perdermos tempo a tentar abrir os olhos a quem os quer manter fechados?

Um abraço

Anónimo disse...

Este presidente Rui Rio: é um
presidente limitado, sem ideias para para a cidade.

Com este senhor; a Cidade parou no
tempo.

Arrogante,ignorante,sem diálogo, e muito menos sem poder revindicativo.

Quem perde !?- Perdem aqueles que
gostam e amamam a Cidade do Porto.

O PORTO É GRANDE VIVA O PORTO