11 abril, 2011

Os 15 pecados de Duarte Gomes

Não sendo o futebol a principal temática deste espaço, o Renovar o Porto, como blogue enraizadamente portuense, sente-se no dever de reproduzir, com os limites que os meios permitem, os erros grosseiros de arbitragem do último Benfica-FCPorto, hoje publicitados no site do FCPorto. Fá-lo, solidário com o clube e consciente da desonestidade dos órgãos de comunicação social centralistas, privados e públicos, entre os quais contam a RTP, que revelando inqualificácel ausência de sentido de ética, branqueia todas as situações que possam prejudicar o FCPorto .



ESTE VÍDEO FOI RETIRADO POR COMPROMETER A SERIEDADE DOS VISADOS. A REGISTAR...

Arbitragens competentes, avaliadores competentes e uma direcção para a arbitragem competente foram as exigências apresentadas esta segunda-feira pelo FC Porto, em conferência de imprensa.

Mais de uma semana depois do jogo Benfica-FC Porto, que terminou com a vitória dos Dragões, que se sagraram campeões nacionais, o FC Porto reagiu através da exibição de um vídeo que apresentou 15 erros graves da arbitragem de Duarte Gomes.

Pela voz do director-geral para o futebol, Antero Henrique, o FC Porto fez saber também a indignação pela avaliação do observador Fernando Mateus e pelo silêncio da Comissão Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

Antero Henrique reclamou competência para a arbitragem e denunciou a clara alteração à verdade na classificação dos árbitros no final da época, quando um desempenho tão negativo como o de Duarte Gomes no jogo da Luz é premiado com a segunda melhor avaliação da temporada.

O FC Porto denunciou ainda a estranheza por o Ministério da Administração Interna ainda não ter tomado qualquer posição pública pelo “apagão” do Estádio da Luz, quando foi colocado em risco a segurança de milhares de pessoas.

Os lances da polémica

2 minutos: Assinalada falta de Otamendi num lance em que nem sequer toca em Saviola. Aimar protestou e viu cartão amarelo.

5 minutos: Fábio Coentrão bloqueia Hulk com o braço na área do Benfica. Não foi assinalada qualquer infracção.

6 minutos: Saviola atinge Helton já sem hipóteses de chegar à bola. Sem admoestação.

6 minutos: Aimar escapa, sem explicação, ao segundo cartão amarelo, após entrada dura, pelas costas, sobre Falcao.

15 minutos: Penalti assinalado contra o FC Porto, Otamendi e Jara estão ambos em contacto, mas só foi visto pelo assistente o contacto do jogador do FC Porto.

21 minutos: Sidnei atinge intencionalmente Falcao na face, com o cotovelo. Com a perna direita, ainda pontapeou o jogador do FC Porto. Não aconteceu nada.

31 minutos: Jara teatraliza lance na área do FC Porto, sai impune e Fucile vê amarelo.

34 minutos: Jara joga a bola intencionalmente com o braço, tentando enganar o árbitro.

36 minutos: Jara repete, na cara de Duarte Gomes, e, mesmo tendo o árbitro a certeza da segunda tentativa de engano, não mostra nunca o respectivo amarelo.

62 minutos: Entrada perigosa em tackle lateral de Fábio Coentrão. Já tinha visto o amarelo aos 21 minutos. Era expulsão por acumulação de amarelos.

67 minutos: Agressão inequívoca, ao pontapé, de Javi Garcia a Varela. Só viu amarelo.

69 minutos: Segundo amarelo a Otamendi num lance de corpo a corpo, junto à linha lateral, num claro exagero disciplinar, ainda mais tendo em conta o critério utilizado durante todo o jogo.

71 minutos: Agressão de César Peixoto a pontapé a Guarín. Sem castigo disciplinar.

78 minutos: César Peixoto, de novo, sobre João Moutinho. Rasteira clara. Árbitro nada assinalou e Peixoto acabou o jogo sem amarelo.

5 comentários:

dragao vila pouca disse...

Este é um exemplo acabado do que eels pretendem: árbitro que erre muito, como foi o caso de Duarte Gomes, mas contra o F.C.Porto, nota alta, 4, muito bom. Árbitro que erre a favor do F.C.Porto, jarra e nota muito baixa. A mensagem é clara: podes prejudicar o F.C.Porto que não te acontece nada, és herói na CS e tens boa nota, mas já sabes, se beneficias, ou prejudicas o Benfica, na CS és triturado e na nota, só não é zero porque isso não existe.

Resumindo: uma pouca vergonha...e o presidente da Liga nem tuge nem muge.

Um abraço

Anónimo disse...

isto não são pecados. nem roubos de igreja!
São mesmo descaradas deturpações às leois do jogo, num arremedo de "governação" como a que vamos tendo. Sem ética, sem princípios, sem vergonha.
Até os "nossos preocupados" governantes, tão dinámicos quando lhes cheira a eventuais ganhos, virem a publico a debitar as suas tretas, calam-se como ratos que são, quando a putativa equidade se tinha de manifestar.
Não há "pachorra" para viver nesta pocilga...

condor disse...

A carnasic já está a fazer a sua parte em relação a este caso!
O pivot que há bocado disse que errou quando afirmou que no Dragão tambem houve um apagão no ultimo FCP coitadinhos para a taça,mas que se esqueceu de pedir desculpa já disse que o clube dos coitaditos tambem poderia apresentar um video com lances em que a arbitragem do duarte prejudicou os coitados!Portanto esta conferencia de imprensa não seria inocente!Por causa da segunda mão a disputar no galinheiro do alto de moinhos!

Anónimo disse...

O que se passou no jogo benfica-FCPorto foi tão "Obvio" que só: fundamentalistas, ceguinhos, doentes mentais, anti/FCP primários, fretéiros, puxa/sacos, gente de má fé e afins é que fogem à verdade, porque não sabem perder. Tratem-se com Xanax ou qualquer outro anti/depressivo.
Se estas falsidades; desse comichão no cu, andavam a coçar-se tanto que ficavam com o cú escamado como o macaco.

O PORTO É GRANDE VIVA O PORTO.

Anónimo disse...

Este foi o arbitro do pantanal de coimbra...