13 abril, 2011

Onde está afinal o Presidente da República?




 PR que não sabe, não ouve nem vê,
não é um Presidente, é um burocrata
Longe de mim pretender o regresso aos idos tempos do Estado Novo, em que imperava o culto da personalidade e uma postura reverencial sobre os representantes do poder. Nada de confusões. Entre o oito, e o oitenta, há um ponto a partir do qual não convém avançar, sob pena de se radicalizarem posições, chama-se: bom senso. Mas, sejamos realistas: não será demitindo-se sucessivamente das muitas responsabilidades a que o mais alto magistrado da naçãoe é obrigado [o Presidente da República], que algum dia se fará esquecer a concepção majestática e hiperbólica da autoridade. 

É dramático termos de o reconhecer, mas os portugueses não têm tido sorte com os governantes. Nem o 25 de Abril conseguiu alterar essa antiga onda de azar. Tanto Sócrates, como Cavaco, sendo diferentes em quase tudo, geminam-se na mediocridade. Como Sócrates já é passado [por enquanto] e Cavaco continua como Presidente da República, é a este último que compete administrar o país, no mínimo, recorrendo à magistratura de influência. Mas, terá Cavaco Silva a mais leve ideia do que isso seja?  Sinceramente, não me parece. Já teve tempo e oportunidades de sobra para o provar, e chumbou em todas elas.

Os últimos casos de violência no futebol, onde os dirigentes [e adeptos] do Benfica perderam por completo o respeito pela legalidade, ultrapassaram há muito o âmbito desportivo e não prenunciam nada de bom para o futuro próximo. O vídeo acima plasmado, é apenas o mais recente must de selvajeria à ética social praticado por canalha bronca e irresponsável, afecta aquele clube. E, ainda bem que não me chamo Cavaco Silva, para não perceber que estas atitudes - dignas de um país 4º mundista -, não sendo oportunamente refreadas, só podem exacerbar-se, como é facilmente constatável. E vão continuar, caso Cavaco não se decida a ignorar a paixão ao protocolo, e passe a olhar para o país com olhos de ver, e... a agir! 

O que está a acontecer no futebol não é mais um mero arrufo entre rivais, é muito mais grave do que parece. Os ódios estão extremados, e podem detectar-se, não só em programas eufemisticamente desportivos, como através dos comentários reproduzidos na blogosfera e na imprensa.

Cavaco, ao que parece, não tem assessores [ou se tem, andam a dormir] que o ponham, realistica e imparcialmente, ao corrente do que se está a passar no futebol e dos perigos que podem constituir para a paz social a falta de uma voz autoritária fazendo apelo ao bom senso. Para não se arriscar a cometer asneiras, seria de toda a conveniência que o PR acompanhasse, a par e passo, todos os abusos cometidos, como os recorrentes apedrejamentos entre adeptos do Benfica e polícias, de declarações animalescas como as deste vídeo na Benfica TV, e de outras, reproduzidas em programas desportivos, com a cumplicidade das direcções de Televisão, entre as quais consta a RTP estatal. Sendo o Presidente da República o mais alto representante do Estado, é seu dever dar provas públicas de possuir uma noção perfeita da responsabilidade que tal representa. 

Se a violência se extremar para patamares incontroláveis, Cavaco, será o principal responsável. E, que não se admire depois se ele próprio vier a ser 'mimado' publicamente com tomates e ovos podres.

Ps-Continuo a defender que a atitude mais nobre que um portista podia ter, depois do digníssimo abandono de Rui Moreira do programa Trio de Ataque, era a falta de comparência. Por outras palavras: marcar pela ausência física, a força da grande alma portista. 

Miguel Guedes, por mais que tente, nunca conseguirá transformar uma besta numa pessoa...  

7 comentários:

Anónimo disse...

Só espero não me cruzar com este fdp.
Gil

dragao vila pouca disse...

Rui, Cavaco? O maior flop da política portuguesa.
A casa a arder e ele, tranquilo não faz nada que possa colocar em causa a imagem de político acima de todos, que nunca se engana e raramente tem dúvidas.

Um abraço

Zé da Póvoa disse...

Esperar que Cavaco assuma qualquer responsabilidade é o mesmo que ir para a estação do Metro esperar que passe o combóio.
Já demonstrou à saciedade que não tem as qualidades mínimas para um bom desempenho daquelas funções que julga serem idênticas às da Rainha de Inglaterra.
Ainda para mais ficou ressabiado contra os portugueses porque lhe descobriram a careca nos negócios mais que duvidosos que fez com os grandes amigos da SLN/BPN : mais valias em acções e casa na Coelha.
Para além de ter perdido 500 mil votos desde 2006 e apenas 22% dos portugueses terem ido votar nele.

Anónimo disse...

Cavaco é um cromo da Nação.
Parado, quiéto, triste e quando diz alguma coisa, é banalidades.
Cavaco é como diz alguém; é a rainha da Inglaterra.

Quanto a esse garotinho vermelho sem graça, é um verme um invertebrado com piada de broncos como o seu presidente e o seu treinador e por isso só merece desprezo.

O PORTO É GRANDE VIVA O PORTO.

Dragão Maronês disse...

O filho do sr. Teodoro de Poço de Boliqueime é um homem a quem falta grandeza para ocupar o lugar a que os portugueses o alcandoraram. Até pode ser um competente técnico de economia, até pode ser muito honesto na sua vida privada, mas é, indubitavelmente, um homem cuja preocupação maior é tratar da vidinha e ser a pessoa mais importante lá da terra dele. Ora,para ser PR de um país é preciso, ao menos, ter alguma grandeza e, no momento histórico que atravessamos, ainda mais, mas a forma como se comportou na crise politica que atravessamos parece-me que a sua preocupação foi fazer algumas "vingançazinhas" pessoais.
Estamos entregues à bicharada. Na actual classe politica não se vislumbra ninguém com rasgo capaz de ao menos nos dar alguma esperança.

zeportista disse...

Rui
De facto: de cavaco não esperemos nada; da figurinha rosada...espera-se tudo ( deve ser um herói lá para os lados da 2ª circular ) o Miguel Guedes bem pode desistir porque a besta vermelha....é besta e como tal ...não muda ( aliás basta ver como reagiu à noticia dessa figurinha rosada...).

B. disse...

Na minha qualidade de portuense e portista, gostaria apenas de transmitir a minha grande satisfação pela revelação da verdadeira face benfiquista nos últimos dias nesse "canal" denominado b*nficaTV: sujos, baixos, extremistas, sem personalidade, invejosos, sem desportivismo, péssimos profissionais, pedantes, cobardes: todos os qualificativos servem para designar a escória benfiquista! É bom que todos assistam a isto pois assim toda a gente pode perceber a realidade que se esconde por trás da propaganda benfiquista! E sou orgulhosamente um provinciano do Norte: ao menos tenho nível!