04 abril, 2011

Victória do Título e da Honra!

Ontem, na vã tentativa de enaltecer o Benfica, os pasquins desportivos de Lisboa, em deliciosa sintonia, escreviam nas primeiras páginas : " O jogo do Título, contra o jogo da Honra"!

A ideia, percebe-se, era retirar brilho à substância da conquista de mais um campeonato pelo FCPorto no terreno do adversário, caso vencesse o desafio, e louvar o Benfica, se fosse ele o vencedor, colando-lhe a honra que, supostamente, o FCPorto não teria ou merecia... Habilidosos, estes grandes vigaristas! Escória de gente, aquela!  Vergonhosos representantes do jornalismo centralista! 

Mais uma vez, tramaram-se! Tiveram de engolir três sapos:

a derrota em casa, a perda do Título e... a perda da Honra! 

6 comentários:

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Ontem foi uma noite que ficará para sempre na memória de todos os portistas. Foi um título com um sabor especial, conquistado no terreno do adversário que por artimanhas extra-campo e ratos de túneis nos roubou o título na época passada.

Ontem mais uma vez ficou provado que somos superiores, e que nem com um árbitro que fez uma arbitragem vergonhosa, perdoando expulsões ainda na primeira parte a Aimar e Airton por segundo amarelo, que marcou um penalti fantasma de Otamendi com consequente amarelo, e depois na segunda parte com expulsão do atleta. Com um árbitro que não mostra vermelho numa tentativa de agressão a pontapé de Javi Garcia a Varela e numa outra tentativa de agressão com cotovelada de Cardozo a Helton, está tudo dito.

Lamentável e vergonhosa a actuação deste benfiquista Duarte Gomes.

O que se passou no final do jogo, com o apagar das luzes e ligação do sistema de rega, foi uma provocacao intolerável aos atletas do FC Porto e seus adeptos. Foi uma falta de respeito para com os orgaos de comunicacao social. Isto é falta de fairplay que deve ser punida severamente. Os jogadores do Porto é que estavam demasiado felizes para se chatearem com os elementos desse clubezeco de acefalos!

Os nossos bravos adeptos que se deslocaram à Luz tiveram um comportamento exemplar, e mesmo sem adereços fizemos a nossa bonita festa.

Conquistamos o 25º. título, e a festa fez-se por todo o país com caravanas de carros em festejo rumo às vilas e cidades.

Última palavra para o saudoso Dr. Pôncio Monteiro, a quem este título também é dedicado.

Abraço

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

r.m.silva da costa disse...

Sabor acrescido, pelas dificuldades superadas e pela afirmação da nossa competência e raça, num território imbecilmente hostil e inóspito.

dragao vila pouca disse...

Perderam em todos os capítulos: no campo, fora dele e lá se foi a honra.

Um abraço

Dragão Maronês disse...

Pois desta vêz perderam o jogo e o título. Quanto à honra, para que se possa perdê-la é preciso tê-la.
Ninguém pode perder aquilo que não tem.
Bibó Porto

Renato Jorge Pereira disse...

Boa tarde Rui.

NÓS TIRAMOS-LHE A HONRA!

PARA MEMÓRIA FUTURA ESTE TiTULO DO GRANDIOSO F.C.PORTO.

QUE O RESTO DA REGIÃO SAIBA RESPONDER COM A MESMA MOEDA.

É UM ORGULHO SER PORTISTA E PORTUENSE.

Abraço

Anónimo disse...

Para os Pasquins da capital, foi mais um sapo azul que tiveram de engolir.
Hoje tudo que possam dizer, de bom do FCPorto, não passa simples hipocrisia.
Somos campeões por mérito, porque somos melhores.

O Porto é Grande Viva o Porto