29 maio, 2015

Um conjunto de militares na reforma vão hoje ao Palácio de Belém entregar medalhas ganhas na guerra colonial como forma de protesto pela promulgação do novo Estatuto dos Militares.

Encavacado?

Um conjunto de militares na reforma dos três ramos das Forças Armadas entregam esta sexta-feira ao Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas as medalhas ganhas em combate na guerra colonial, como forma de protesto pela promulgação do Estatuto dos Militares.
“Este ato tem um significado importantíssimo para os militares pois são medalhas ganhas em situações de guerra. Alguns podiam não estar cá hoje”, afirmou ao Observador o presidente da Associação de Oficiais das Forças Armadas, coronel Pereira Cracel.
O Estatuto dos Militares das Forças Armadas (EMFAR) foi publicado em Diário da República esta sexta-feira, depois de promulgação do Presidente, e é considerado pelos militares como “uma tragédia”. Entre outras medidas, prevê que a idade de passagem à reforma suba dos 65 para os 66 anos, condições mais apertadas para pedir a passagem à reserva, alteração da percentagem de bonificação do tempo de serviço de 15% para 10% e aumento dos tempos mínimos de permanência para a promoção vão ser aumentados em alguns postos.
A AOFA diz que o ato de hoje é “simbólico, em nome dos oficiais, dos outros militares e dos antigos combatentes, em todas as situações, muitos deles sem poderem exprimir o que lhes vai na alma devido às restrições a que são sujeitos os seus direitos de cidadania, no dia em que foi publicada a revisão do Estatuto dos Militares das Forças Armadas”.
“Fazem-no, dando público testemunho do sentimento de profundo descontentamento que essa revisão vem provocar e alertando para as consequências não negligenciáveis sobre as próprias Forças Armadas, de que o Presidente da República é, por inerência, o Comandante Supremo”, acrescenta.

5 comentários:

Anónimo disse...

Estes já estão velhos e, tirando um ou outro tolo, já não representam perigo nenhum para o regime. Mas, não tenhamos ilusões, é provável que o Aguiar Branco e, consequentemente, o Cavaco recuem nesta medida. É que estes estão velhos, mas os novos, mais lá para a frente, também vão sofrer as consequências desta alteração e não acredito que fiquem quietinhos e calados.

O problema é o mesmo em todas as profissões. Os polícias protestam pelo seu, os militares protestam pelo seu, os professores protestam pelo seu, os médicos, os enfermeiros, etc, etc...protestam pelo seu. Ninguém é solidário com ninguém. Vejam-se os lesados do BES, sem qualquer apoio popular, por exemplo. São todos protestos sectários, corporativistas, próprios de quem só olha para o seu umbigo. Todos juntos, não haveriam irmãos do avental que parassem a mudança.

Acho piada que o protesto consista na entrega de medalhas a um Comandante Supremo das Forças Armadas que hasteou a bandeira nacional (?) ao contrário o que, para quem não sabe, representa a derrota e rendição em batalha. Paradigmático da perda de soberania.

Regionalização já. Autonomia administrativa, legislativa e financeira já. Criação de partidos regionais já. Término da disciplina de voto e admissão de deputados independentes já. Fim do financiamento dos partidos pelo orçamento de estado já. Prestação de conta por parte dos deputados eleitos para a Assembleia da República, mensalmente, no círculo onde foram eleitos já. E que sejam provenientes ou residentes do círculo que os elege e que defendam os interesses de quem os elegeu e não os dos seus partidos ou dos seus grão-mestres apaneleirados do avental. CHEGA!

Anónimo disse...

http://www.sogolo.pt/carlos-xistra-da-amarelo-a-maxi-pereira-e-pisca-lhe-o-olho/

Anónimo disse...

Cavaco e Governo são tão peçonhas, que só de falar destes nojentos, quase vomito. Eu sou um excombatente do Ultramar que nunca pedi nada a estes Abutres, para eles somos assassinos e números.
Recuso por agora, de falar de Ladrões.

À hora que estou a fazer este meu comentário, soube da derrota do Sporting de Braga com aquele conjunto de Caliméros. Não sou do Braga, mas, sou Nortenho, e como tal, só quero deixar aqui a minha opinião: Um equipa que está a jogar contra a dez e a ganhar 2-o, e perde, nem ela, nem treinador, merecem ganhar.

Abílio Costa.

Anónimo disse...

Não se preocupem que juízes, policias e militares, ou seja, o aglomerado de Funcionários Públicos que podem criar perigo ao regime já foi salvaguardado. Juízes e Procuradores aumentados e bem aumentados, alguém sabe disso? Policias vai ter um novo regime...e militares vão todos subir de nível. Os restantes F.Publicos como não têm força alguma, levam com a mesma bitola desde 2005.. José Carlos / Rio Tinto

Anónimo disse...

Pois, caro José Carlos. São aumentados para bater e reprimir os seus concidadãos. Esses robocops trabalham os músculos mas não trabalham o cérebro. Depois fazem destas coisas para proteger quem nos endivida a todos perante o BCE e o FMI, dívida que nem devia existir - http://www.alfredo-braga.pro.br/discussoes/fraudegananciaeusura.html - devido à forma como o sistema bancário está concebido, em vez de nos ajudarem a atacar a raíz do problema. Fazem-no a troco de umas migalhitas e do massajamento do seu sádico ego, que se agigante quando batem em pessoas indefesas que o que querem é viver com dignidade e parar de ser enganadas. Depois fazem disto, quais animais amestrados tão bem mandados, para acabar com manifestações:

http://5dias.net/2011/11/29/mais-dois-provocadores-infiltrados-desmascarados-casal-de-policias-a-paisana-o-de-casaco-azul-e-o-de-casaco-castanho-estao-os-dois-em-todas-as-fotos-guedes-da-silva-director-da-psp-junta-se/

https://www.youtube.com/watch?v=St1-WTc1kow

Abraço,