17 maio, 2015

Um FCPorto sem líder dá nisto. E a bipolaridade também...


... a saber:
  1. Pinto da Costa (não foi bipolar, foi inexistente)
  2. Equipa com boas exibições na Champions e perdulária nas competições nacionais, quase displicente (Campeonato, Taça de Portugal, Taça da Liga).
  3. Nas modalidades, exceptuando os júniores A, o basquete e talvez o andebol, a bipolaridade esteve quase sempre presente.
Tenho como certo um facto: quando o principal responsável por uma organização, seja ela uma empresa, uma repartição pública, ou um clube, se demite de liderar, de corrigir o que é preciso corrigir, de intervir quando é preciso intervir em prol dessa organização, a culpa pela má gestão, é antes de mais, sua. A seguir, são todos os membros na escala descente da estrutura directiva, e depois a equipa técnica e respectivos jogadores. 

Se já tínhamos sido esbanjadores noutros jogos, quando o rival centralista perdeu pontos e se impunha aquela garra tão característica nos nossos jogadores e que agora não passa de uma recordação, hoje foi uma desolação, um baixar de braços como não me lembro de ver numa equipa do FCPorto. 

Ficou-me a impressão mais triste que um adepto pode ter, que foi ver uma equipa a jogar mal, sem alma, sem ambição, sem vida, como em outros jogos decisivos. Com a mesma "determinação" do senhor Pinto da Costa... Coincidência? Não! Não acredito em concidências tão abrangentes. A postura desta temporada de Pinto da Costa, foi de todos os desgostos que tive como adepto, o maior, e não tenho dúvidas da influência com efeito dominó que teve em quase todas as modalidades e escalões. Ninguém me demove esta convicção.

Há quem ainda pense que o problema desta época se pode resolver na próxima com uma limpeza de balneário e de treinador. Não se iludam, caros amigos, a limpeza vai ter de começar pelo tôpo da pirâmide.Urge promover eleições, e depois sermos mais cautelosos na escolha do futuro presidente do que costumamos ser com os governantes. Se fôr o caso, receio muito o sentido do voto dos quaresmistas. Gostam mais das árvores que das florestas...

Porque abutres, e pagadores de promessas não é o que falta, e não é só na casa dos vermelhos, podem estar certos (quem é o actual presidente da Federação? Quem é?).

12 comentários:

Anónimo disse...

Espero que o PC tivesse e esteja em grande confraternização com o Dragão de Honra o exmº presidente da Sad do Belenenses.... E mais... adoro aquelas camisolas rosinhas pois hoje fizeram jus aquela cor.. e não envergonharam a camisola azul e branca. Aguardemos pelos próximos dragões de honra.
cumprimentos
Martins

Anónimo disse...

Só lhe posso dizer que hoje foi mais uma desilusão total, igual a muitas outras que neste campeonato, o nosso treinador nos ofertou.
Depois do que aconteceu neste jogo e de ter visto outros filmes idênticos, hoje acredito que o sr Lopetegui não tem mais condições para continuar.
Não sei que mais para alem dos elevadores, outras surpresas tenha Pinto da Costa, mas que muitos sócios já estão a ficar saturados, lá isso é verdade.

Abílio Costa.

Anónimo disse...

Infelizmente é tudo verdade... e pressinto que o Presidente não queira sair por vontade própria sem mais um grande título internacional ganho por treinador aposta pessoal... parece obcecado e algo cego pelo sucesso que comseguiu obter com muita competência, muito trabalho e alguma sorte, como é preciso para tudo, mas o tempo passa e as coisas mudam...

Anónimo disse...

Loptegui é treinador sem experiencia para um FCP.
Tenho que concluir.

Vai nos custar caro esta insistencia.

Para isto ( Paulo Fonseca ou Lopegtegui) mais valia nao permitirmos a saida de VP, provavelmente ajudado por quem tinha obrigaçao de o fazer, nao deixaria cair o futebol senior do clube, onde esta.

Julio disse...

A total propósito, estimados Portistas!
Biba o Benfica! Citando Almeida Garret, que disse "na minha terra trocam-se os Bês pelos Vês; mas lá, não se troca a Servidão pela Liberdade! Isso, nunca!"
E, digo-lhes que Biba o Clube do Ciclismo Alfacinha e Regional, o Benfica! Dignissimo espectáculo, há muito comprado pelo, não lhe chamo senhor, pois não mo merece, Vítor Pereira! E que vivam este espectáculo, que estão a dar ao resto do país, a paisagem de que só Lisboa é cidade.
Em frente Clube do Ciclismo Alfacinha, sois um digníssimo exemplo desta escarumba Capital que temos!
E biba o Benfica, com os seus faalsos e questionáveis, 34 Campeonatos do miserável Portugal!

Anónimo disse...

Só espero para ver qual vai ser atitude do sr Pinto da Costa perante tamanho desaire. O sr Pinto da Costa não é só o rei das vitórias é também por culpa própria das derrotas e de algumas desilusões do FCP. Deixou~se adormecer ou por cansaço ou pela a idade, eis os resultados, duas apostas nestes dois anos negativas.
Parece-me que não vale apena apostar mais em Lopetegui, porque provou que não é assim tão forte como pintam, fragilizou sempre nos momentos decisivos nos momentos importantes.
Vamos aguardar as desculpas do presidente e o que pretende do futuro, isto, caso ele fique novamente com os destinos do clube.

Abílio Costa.

KOSTA DE ALHABAITE disse...

Caro Rui Valente

Bem "apanhada" este artigo.
Na verdade devemos um enorme, um gigantesco obrigado ao Sr. Pinto da Costa. Foi a sua energia que fez despontar a essência do Porto (cidade e clube). Com ele, combateu-se de forma enérgica o poderio, a humilhação, a ignomínia e o esbulho centralista. Mas esse líder de outrora apagou-se. Hoje em dia estou certo que todos os Dragões sentem a falta dessa lucidez e "espada" de outrora. Hoje ninguém nos defende, hoje o Clube e a SAD estão virados para os salários de administração e prémios (sim, mesmo o 2º lugar vai dar umas coroas aos senhores que "mandam"). Estamos orfãos de líder, de Homens à Porto, com visão, sem medo e com arrojo.
Num ano de perfeita e inequívoca viciação de resultados o silêncio ensurdecedor de quem o podia fazer foi a constante. Assistimos ao ressurgir do fantasma do passado, no futebol e no desporto também. Que tristeza.

Guilherme de Sousa Olaio disse...

Caro Rui Valente,

“Venho tarde, desculpa, mas não fui eu, não fui eu quem teve a culpa !
Foi esta paisagem, triste, triste, a cuja influência, a minha alma não resiste”
Esta citação de António Nobre, o autor do livro mais triste que há em Portugal, serve para dar conta do estado de espírito da família Portista. Quem tem seguido as suas opiniões sobre a “saúde” estratégica, psicológica e competitiva do nosso clube, não pode sentir-se surpreendido. Mergulhando, por deformação cultural, no pensamento dos nossos maiores, diria como Sá de Miranda “m´ espanto às vezes, outras m´avergonho”.
Foi assim toda a época desportiva. Espanta-me a ausência daquilo que foi conhecido como “jogar à Porto”, “sentir o clube “ “antes quebrar que torcer” e finalmente a busca do ADN . Em contrapartida, e o jogo em Belém é disso prova insofismável, sinto-me envergonhado . Vai este jogo, como tantos outros ao longo deste campeonato, poder ser recordado como um triste exemplo, daquilo que foi o Clube, há mais de 30 anos atrás.
Os comportamentos menos sérios em termos competitivos, vieram na quase totalidade dos que se encontravam já no clube. E o jogo de ontem, mostrou claramente tudo isso. Alex Sandro, Herrera e Quaresma são disso exemplo. Não foram os “espanhóis” que contribuíram para esta falta de identidade. Se os que cá estavam não gostam de Lopetegui, não pode o clube gostar deles. Não podemos ficar reféns dos humores desta gente.
Assusta-me a ideia de que o nosso Presidente possa admitir que para além dele, o CAOS !
Por falar em Caos, importa reter o comportamento das modalidades no Clube. A falta de capacidade para enfrentar situações de ganhar ou perder foi clara, a última tomou o lugar da primeira. Foi no Futebol em todos os escalões (excepto Sub-19 tremido), no Andebol (para já), no Óquei, etc. .
Porque a conversa vai longa, uma palavra para o JN. Sábado com direito a meia página, a Estátua de Dom AFONSO HENRIQUES com a cara de um saloio da Amadora. No Domingo, toma lá mais meia página com a “notícia” de que Jorge Mendes tenta vender o saloio da Amadora ao Real Madrid e na Segunda após os preliminares anteriores, o ORGASMO. E assim se quebra uma ligação de 55 anos a um jornal. Em quê e em quem estaria a pensar CAMÕES (o autêntico) quando escreveu “ ditosa Pátria minha amada que tais filhos tem” . Cá para mim andava a contas com o pagamento da tença anual.
Cumprimentos

Anónimo disse...

Os nossos jogos fora são uma miséria! Com um plantel escolhido por ele, como, quem e quando quis. A preço astronómico!
ZERO! NADA!
E vergonha para rematar as competições. Saímos sempre vergados por vergonha. Assim foi na taça. Assim foi na Champions. Assim foi no campeonato. Vergonha máxima com cereja no topo do bolo!


E querem que continue? Que alucinação é esta!?

Rui Valente disse...

Anónimo 16:11,

se estás habituado a escalonar competências e responsabilidades de baixo para cima, estás rotundamente enganado.

Ou talvez,alucinado, não sei. Escolhe tu ...

Rui Valente disse...

Caro Guilherme S. Olaio,

de acordo com o que diz. Nunca senti como agora este ambiente de orfandade no FCPorto. Que triste fim está a ter aquele que tanto admiramos. É inacreditável o que se está a passar.

Um abraço

Deacon Blue disse...

Bom dia!

O FCPorto esta a delapidar o que custou muito a construir ao longo de décadas.

O Sr. Pinto da Costa tem de ser URGENTEMENTE confrontado e explicar o que esta a acontecer, que futuro ele pensa para o clube e para o canal de Tv.
Mas tem de ser confrontado por quem nao tenha medo de lhe fazer perguntas incomodas.

Abraço
DB