03 janeiro, 2016

O FCPorto não era isto!

Resultado de imagem para Osvaldo jogador do FCPorto  modelo
O Dragão não é uma Feira de Moda

Há um tempo para tudo. Do meu ponto de vista, o actual treinador do FCPorto já teve o seu tempo. Ao todo, totaliza uma época inteira e quase metade da actual. Porque tenho o hábito de dar tempo ao tempo, quando treinador e equipa são novos, e porque acreditei que quem contratou Lopetegui sabia o que estava a fazer, fui observando, e esperando que se fizesse luz nos seus conceitos técnico-tácticos e partisse daí para uma época empolgante. Enganei-me. O treinador não é novo, e o plantel também não. A decepção está instalada. Não estou só, nesta situação. Como eu, estão muitos, uma maioria seguramente de portistas. Mas, ficam por aqui as críticas a Julen Lopetegui que, afinal de contas não é o principal responsável pelas asneiras e más prestações das últimas 4/5 temporadas do FCPorto.

Lopetegui é apenas responsável pelo rendimento da equipa. Acima dele há uma SAD e um presidente com um passado que fala por si. Foi Pinto da Costa [e respectivos quadros directivos] o primeiro responsável por tudo o que de melhor aconteceu ao FCPorto nos últimos 30 anos. Pelo meio, teve a desestabilizar-lhe o currículo, um processo instigado pela inveja dos vários representantes do centralismo que não obstante  a falta de matéria acusatória legal e os sucessivos recursos vencidos, lhe causou grande desgaste físico e psicológico. As intervenções cirúrgicas a que foi submetido não devem ser alheias a isso.  É portanto natural que essas coisas tenham deixado mossa, embora a imputação objectiva entre uma e outra coisa seja discutível. Mas, a verdade é só uma: Pinto da Costa não é o mesmo.

É impossível dissociar as várias áreas ligadas ao FCPorto, distintas entre si, mas com deficiências semelhantes, em que se verificam abstracções impensáveis no Pinto da Costa do passado. Clube e Televisão não devem ser separados porque a entidade patronal é a mesma. Vamos lá ver se me lembro das mais evidentes. 

A primeira que me ocorre, é o distanciamento que o líder portista mantém com a massa associativa, com os adeptos e a própria equipa técnica. Lopetegui foi (e continua a ser), como são quase todos os treinadores do FCPorto, intensamente perseguido e gozado pelos mesmos do costume: a comunicação social. Na hora em que estava a ser mais achincalhado, não se ouviu a voz do presidente a apoiá-lo. Isto, era impensável no Pinto Costa de antigamente (que voltas o mundo dá...).

No Porto Canal, nota-se, tanto a ausência de Pinto da Costa como a presença das vicissitudes que agora o (des)caracterizam. Indiferença, com os espectadores, falta de coerência e sentido de oportunidade na acção (que é quase nula). Agora, é vê-lo franquear as portas aos representantes dos jornais que mais denegriram a sua imagem e a do FCPorto. Ontem, à entrada do Altis, vimo-lo dar uma palmadinha nas costas ao Nuno Luz, o gajo que fez o trabalho sujo da SIC contra ele e o nosso clube, no tempo do miserável programa "Donos da Bola". Percebem estas atitudes? Eu também não.

Não há portista com sentido crítico, que esteja satisfeito com a gestão e programação de Júlio Magalhães do Porto Canal. Na informação, as opções são no mínimo bizarras para quase toda a família portista... Júlio M., foi incapaz de usar a própria "casa" (o Porto Canal) para informar o público alvo sobre o futuro do canal, mas não esteve com modas para dar uma entrevista ao jornal Económico, por sinal um jornal híbrido, de pouca popularidade. Claro que, as informações que prestou falharam rotundamente como se pode provar. Mas há mais.

Recentemente, Fernando Gomes, o administrador da SAD portista, aceitou o Diário de Lisboa para dissertar sobre o famoso negócio da Altice/PT/Meo...  O entrevistador não podia ser "melhor", foi o mesmo Manuel Queiroz, esse grande "portista" que comentou na TVI os jogos do FCPorto com mais sectarismo que o mais aziado dos vermelhos. A entrevista teve lugar no restaurante Líder nas Antas e nem faltou o menú, com o preço da conta e tudo... Percebem o critério, do jornal e do entrevistado? A mim, transcende-me. Devo ser de outra galáxia.

Se juntarmos a isto a cultura de vaidade que está a ser implementada, quer na estação de tv, quer nos próprios jogadores que mais parecem modelos da Giorgio Armani, nada disto tem a ver com a cultura de austeridade e dedicação clubista que outrora fez escola e tantos sucessos trouxe ao FCPorto. Nem no Canal, nem no clube, impera o rigor e o respeito por quem menos ganha com ambos: os adeptos/espectadores.

Talvez assim se explique o que está a acontecer com a equipa principal, que afinal de contas tem sido a maior fonte de receitas do FCPorto. O Lopetegui, é só um pormenor, um erro entre os vários que aqui apontei.

PS-Recomendo a leitura da entrevista de Fernando Gomes ao DN. Lá está bem espelhada a ideia que hoje se tem de um clube/empresa, dos custos e das "facilidades"... 

Última hora:
Pinto da Costa outra vez nas malhas da Justiça. Ler aqui. Como consta da notícia, a acusação refere apenas uma suposta ilegalidade por benefício de serviços de guarda-costas ao clube e Estádio do Dragão. Uma questão de ter ou não ter alvará... 
Mais uma vez, é só Pinto da Costa que o Ministério Público gosta de investigar. O Vieira do Benfica e outros dirigentes de clubes, "não tem" guarda-costas, e se tem, estão todos legalizados(como a claque dos Diabos Vermelhos) uns anjinhos... O caso Porta 18, do Estádio da Luz, da cocaína, de repente, evaporou-se...  É isto que me enoja nesta comunicação social de merda. São uns vendidos, uns perfeitos hipócritas.
Mas, Pinto da Costa põe-se a jeito. Espero que desta vez perceba que não sé possível estar bem com Deus e com o Diabo. Esse,é o seu pior defeito. Além disso, está a prejudicar o clube. Se nada teme, que ataque, em vez de se limitar a defender. 


12 comentários:

Anónimo disse...

Osvaldo veio para o FCP para passar férias e fazer um filme de moda! quem o foi buscar? e quanto rendeu? Por aqui, se vê o bom trabalho da SAD.

Lopetegui tem defendido o FCP, mas, não esconde a sua incapacidade de treinar uma equipa como o FCP, e o discurso nas derrotas, faz/favor. É um treinador que pode andar por cá um ano dois três anos que nunca vamos ganhar nada com ele.

O presidente não assume o seu fiasco na escolha dos treinadores, manda umas atoardas contra os sócios e depois escondesse como rato de porão.
Com o presidente Pinto da Costa há o antes, o depois e o de agora, o de agora ou seja o de hoje é um acomodado um quieto devido à idade e talvez aos anos de presidência...

O Porto Canal é o mais do mesmo e não sei qual vai ser o do futuro. De Porto e FCP de momento não tem nada.

Abílio Costa.

Guilherme de Sousa Olaio disse...

Caro Rui Valente,
Todo o seu post está impregnado de razão. Tudo o que nos é descrito são factos e porque são factos doem, daí a ausência de explicações ao comum dos adeptos e associados. Sabem eles que ao fazê-lo tudo se começava a desmoronar. Todavia, uma virtude teve a vinda de Lopetegui e a sua demonstrada falta de categoria como treinador, ao que se tem visto. A ausência de títulos, a falta de qualidade de muitos elementos do plantel, a prática de esquemas de jogo que ninguém entende, obrigou a massa associativa a questionar e a questionar-se do porquê da "apagada e vil tristeza" da actual situação.
"Lopetegui, é só um pormenor" que se tem vindo a mostrar como um pormaior.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Rui Valente acha que Pinto da Costa casmurra como ele é, que vai dar o braço a torcer, depois de ser o único culpado da vinda do treinador, isso é que era bom. Há pessoas da SAD que querem despachar o treinador mas ele o Maior não cede.

O presidente está passar os limites da arrogância em não se servir de um meio de comunicação social como é o Porto Canal, explicar aos sócios como vai funcionar aquela estação de futuro e outros assuntos também importantes do Clube. Sabe onde ele fala em jantares com os que o apoiam e noutras festas, o resto são para ele carneirada.

Anónimo disse...

desculpe lá, mas acha que o MP se move por questões clubísticas? se conhece bem o porto cidade, porto clube e claque do mesmo estava à espera de quê?
ainda no sábado quando a equipa chegou ao dragão lá estava a claque com uma bandeira de apoio ao gajo que foi preso por trafico de droga.. acha isto normal??? eu não acho e não fico minimamente admirado com esta ultima noticia. é só negociatas com este e com aquele.
acredito até que pinto da costa nem saiba da missa a metade..

Rui Valente disse...

Anónimo 14H05,

por acaso até acho. Por quê? Você acha que os critérios de investigação do MP aos dirigentes desportivos, são imparciais? Brinca comigo? Se acha, ou está a fazer de mim parvo ou é ... benfiquista.

A forma como fala da cidade do Porto traduz segundas intenções mal disfarçadas. Não quer ir bater à porta 18?

Anónimo disse...

eu não faço aqui distinções entre clubes. a questão da Porta 18 tem também ela de ser investigada, não há aqui clubismo absolutamente nenhum. não quero é acreditar que o futebol condicione investigações extra futebol. se um dia se vier a descobrir isso, prefiro ir morar para outro Pais. digo isto porque existem interesses muito mais potentes do que o futebol, interesses esses capazes sim de condicionar o MP (políticos e económicos).

vamos lá ver uma coisa, no mundo da bola, o bruno, o vieira e o pinto da costa são poderosos, mas fora do futebol não me parecem capazes de mexer com a justiça.

se me falar da justiça desportiva, estamos de acordo. há interesses e poderes. fora deste campo, não me acredito nem tampouco quero acreditar.

nas negociatas futebolísticas (direitos televisivos, transferências e patrocínios) também há esquemas.

esta situação da SPDE era perfeitamente dispensável e o nome de Pinto da Costa foi. ingenuamente, metido ao barulho. acredita que foi mesmo ele a tratar diretamente desses assuntos??

Rui Valente disse...

Desde o processo Apito Dourado, o que mais me incomodou foi o aproveitamento que se fez do mesmo para criar na opinião pública a ideia que Pinto da Costa era uma espécie de AlCapone do futebol português, quando toda a gente sabia que, o problema das influencias e das frutas era uma brincadeira de crianças, à beira do que se faz na Banca e na política.

Mas os jornalistas só têm olhos para o Norte e muito especialmente para o FCPorto. Isto não é mania da perseguição, é perseguição mesmo. É factual! Por isso, o defendi sempre. O próprio JN, não há dia que não publique algo na página da Polícia relacionado com o FCPorto, Pinto da Costa e Antero Henrique. Isto não é inocente, é para desgastar outra vez o clube na pessoa do presidente.
Mas Pinto da Costa tem culpa de se ter metido na concha e de não responder aos agressores como tão bem sabia. Quem perde mais com isso, é o clube e os adeptos.

Anónimo disse...

O que essa virgem recauchutada, o anónimo das 14 e 36 se esqueceu de também de dizer, é que a mesma segurança também trabalhou para o presidente actual e para o anterior presidentes do Sporting e estes só são testemunhas, e que a polícia lisboeta para os de Lá de Baixo sabe-se lá bem porquê não fez grande ruído, veio fazer 400 Km e gastar dinheiro dos contribuintes para denegrir a Imagem FCP, mas isto é sempre o mais do mesmo, como as historias dos apitos em que o encarnado e verde nunca foram investigados.

Abílio Costa.

Rui Valente disse...

É verdade Abílio, há certos gajos que têm os olhos arregalados de ética quando se trata do FCPorto, mas que cegam para falar de outros clubes. Não vêem nada nem tão pouco tocam no assunto. Isto, não é sério, porque só por fanatismo é que lhes falha o sentido de justiça.

Anónimo disse...

"veio fazer 400 Km e gastar dinheiro dos contribuintes para denegrir a Imagem FCP"

depois duma destas, não vale a pena dizer mais nada. não me venham depois disto falar de cegueira.

Rui Valente disse...

Anónimo 16H59,

como não falar em cegueira?

"veio fazer 400 Km e gastar dinheiro dos contribuintes para denegrir a Imagem FCP"

o que é que isso quer dizer? Veio quem? 400 kms, para onde? gastar dinheiro dos contribuintes, como e quem?

Seja mais preciso por favor.

Anónimo disse...

Já te identificas-te não vale a pena dizer mais nada, no entanto para te avivar a memória virgem imaculada de Lá de Baixo, só te lembro o seguinte: Se os tais ditos criminosos e os tais ditos colaboradores ou clientes como queiras, são de Cá de Cima, porque razão vêem os Bôfias de Lá de Baixo com custos para os contribuintes fazer a investigação!? Ou será que os Bôfias de Cá de Cima são incompetentes, e não são de confiança, é que eu já estou farto de ver filmes...

Abílio Costa.