13 fevereiro, 2016

Casillas igual ao estatuto, ajudou à victória

Foi uma autêntica lufada de confiança para os portistas, a victória do FCPorto no campo do seu principal rival. Ontem, os jogadores conseguiram ultrapassar os fantasmas dos últimos jogos que tantas consumições nos têm causado e deram uma bofetada de luva branca ao presidente e a toda a SAD, saindo da capital do eucalipto com 3 pontos preciosos. Devo confessar que, nas actuais circunstâncias, não contava com este resultado. Houve erros? É claro que os houve, não seria de esperar outra coisa, com tão pouco tempo de Peseiro no clube. Casillas deu sinais de estar a sair do estado apático que o contagiou também a ele e anulou com grandes defesas alguns dos erros defensivos do sector mais recuado que temos vistos ultimamente. Chidozie não comprometeu, esteve melhor que alguns titulares. A aposta neste jovem talento foi um acto de coragem de Peseiro que temos de louvar, até porque não tinha muitas alternativas.Espero é que Peseiro corrija quanto antes o posicionamento de alguns atletas e acabe com aquele vício de receber a bola sempre virados de costas para o adversário (Brahimi usa e abusa desse movimento) porque é demasiado evidente e fácil de controlar pelas outras equipas. Espero igualmente que o novo treinador os convença que nós não nos contentamos com as victórias ao Benfica. As outras equipas merecem o mesmo empenho, a mesma concentração, porque só assim podemos ainda almejar ganhar o campeonato. E mentalizá-los também que se não houver essa vontade, se não dermos mais velocidade aos jogos, se não olharmos bem antes de passar a bola, estaremos a protelar a solução dos nossos problemas. Até porque, os outros vão continuar a beneficiar do manto protector dos árbitros.Finalmente, fiquei também contente por verificar que a tão apregoada máquina avassaladora dos vermelhos, afinal não é grande coisa, sobretudo quando deixa de contar com o bracinho protector dos árbitros.  

2 comentários:

Anónimo disse...

Esta vitoria teve mais prazer, não, porque não haja sempre prazer ganhar a este mafarricos, mas, pelo momento menos bom do FCP em todos os aspectos no jogo com o Arouca.
Em relação a oportunidades, os lampiões não tiveram assim tantas como eles apregoam, uma duas talvez e o guarda/redes está lá para defender.

Agora ganhou, o presidente falou, perde ninguém o vê...
A historia do Porto Canal está mal contada, como é possível o FCP enterra lá tanto dinheiro, para arranjar empregos alguém. Ainda ontem vi o jogo da B no Porto Canal, e no final nem os treinadores e jogadores falaram! porque seguiram logo para transmitir um jogo em directo do ABC contra uma equipa estrangeira! não percebo nada destes negócios! Paga Porto e não bufes...

Abílio Costa.

Rui Valente disse...

Abílio,

sem comentários...