28 março, 2016

Renato-sanchismo

Resultado de imagem para renato sanches
Embrião do renatosanchismo

Caro leitor, você sabe por acaso, o que é o renato-sanchismo? 

Não? Então, explico.

O renato-sanchismo, é o nome actual dado ao eusebismo, ao ruicostismo e a outros ismos do género. Tem origem no nacional-benfiquismo, doutrina da pura casta moura lisbonense, que é uma espécie de versão nazi do futebol português. 

Caracteriza-se por fabricar génios de geração espontânea, antes mesmo de nascerem. Tem diversas finalidades. Uma delas, é formar mitos, engrandecendo jogadores, antes mesmo deles crescerem, como se faz agora com as couves, e as galinhas. Assim, como que um adubo, uma somatotrofina (hormona de crescimento). 

Outro dos objectivos do renatosanchismo, é elevar o nome do Benfica de modo artificial (talvez pelos efeitos colaterais da Porta 18) para gerar adeptos acéfalos, como aquele que vimos em Leiria, num jogo em que, nem Ronaldo safou a selecção portuguesa... 

Por fim, consegue-se o dois, em um, como nos supermercados. Enquanto os serviçais (PIDES) jornaleiros trabalham para o clube do regime em tudo o que é "comunicação", enaltecendo as geniais virtudes dos seus ídolos, não falam dos ídolos dos outros. Holofotes para um, sombra para os outros.

Verdadeiramente democrático. Grande país, este! 

Um exemplo. Orgulhe-mo-nos todos, a bem da nação.  


5 comentários:

Anónimo disse...

A propaganda Vermelha feita por uma imprensa de burros de duas palas, de uma praga de espermatozóides de vítreo fora de prazo para injectar em lampião, querem vender caganitas de rato por caviar.
Estes vendedores de banha, que agora só falam em Sancharia ou seja em coisas tão vulgares como há por este campeonato fora, estão à espera que venha um laparoto estrangeiro comprar gato por lebre.

Abílio Costa.

marujo88 disse...

Foi o delirio quando o rapaz entrou no relvado, parecia uma reunião de fascistas a saudar o hitler, pobre país que tal povo tem.
Abraço
Manuel da Silva Moutinho

Francisco Paulos disse...

São ridículos ao quererem fazer de um tôco de vassoura um craque. É o que temos neste país de jornalistas imbecil.

Anónimo disse...

Desconhecia-lhe tanta mordacidade, Rui. Eusébio, nunca teve a verticalidade de outro "herói lampião" Coluna. Ficou-se por um Terceiro Lugar no Mundial de Inglaterra. E, foi só. Quem o pôs no Panteão de Lisboa, nem nisso acertou.

Deu muitas alegrias a lampiões, não ao resto do país e, sem me querer condoer com lagartos e lagartixas, nem no Estado Lisbonário foi unânime, pois lagartixas, ainda que dos viscondes, atingiu. Como se quis enterrar Eusébio? Com a bandeira de um clube de futebol, que nem Lisboa representa, apenas uma parte dela, a freguesia de Benfica. Mas, o Porto é que é regional? Quanta lata! Mas, isso que satisfaça Lisboa e, mais, carissimo, até que está em boa-companhia, com o Marechal Carmona!
Reitero pedidos de desculpa e, reitero, igualmente que tenha uma saúde de ferro, para nos comprazer, não com tais escritos, mas com o desmentido de similares hipocrisias. Pinto da Costa, emudecido, sucedeu-lhe, se bem me parece, como voz do Porto e do Norte Rui Moreira!

Júlio

Anónimo disse...

Eu, como sou um céptico por natureza, quase que aposto que a "invasão" de campo, foi um acto premeditado, uma saloia tentativa de marketing para condicionar a futura chamada à selecção, eu enquanto seleccionador nacional, com os colhões (perdoem o vernáculo) no sitio nunca na vida o convocaria para este europeu.

Mas como isto é a bem da nação, vou já a correr comprar um poster do Sanches mais umas bandeiras e cachecóis, fazer um santuário e rezar pela sua convocação para o europeu!