02 abril, 2018

Que noite teremos logo em Belém?


O dia de hoje não é dos mais indicados para jogar futebol. Não sei como estará o tempo lá para as bandas da moirama. Por cá, tem chovido incessantemente, e  não é  a natureza que o determina, é a competência do Governo. Temos um Governo de sábios, espectacular. Tão competente e talentoso, que até consegue impor-se às intempéries e encher as albufeiras de água, para não ter de assistir à mortandade causada pelos incêndios do anos passado. Que artistas! Portugal é mesmo um país de top! Um dos melhores do mundo (diz o Marcelo e aplaude o Costa). Garotices à parte, coloquemos os pés na terra e voltemos à dura realidade.

O FCPorto tem um jogo decisivo esta noite, nessa Lisboa fadista, malquista e traidora. Mais uma vez, foi o último clube a jogar (sob pressão) entre os principais candidatos ao título, coisa que já não se estranha, provada que está a vocação de mártir sereno que o presidente do FCPorto tem procurado transmitir aos adeptos. 

Logo à noite, além do mau tempo, tudo se pode esperar. Pela minha parte, só queria que houvesse futebol, mas palpita-me que vamos ter mais um acto de teatro ao bom estilo dos povos das cavernas. Os jogadores do Belenenses já devem estar instruídos para simularem faltas, promoverem o contacto físico, lançarem-se brutalmente para o chão com expressões de dôr lancinantes,  e cenas do género. Estarão dispostos a trocar o bom futebol pelo mau teatro? Veremos.

Esta noite, gostava de ver futebol e só futebol, mas cheira-me que vou ver mais Shakespeare, com actores miseráveis, dentro, e fora do "palco"... Se me enganar, se fôr apenas futebol, já me contento, tão mal tratado que ele anda, neste país sem rei nem roque.

Os nossos jogadores não vão ter de jogar apenas contra uma equipa, como seria natural, vão ter também de "controlar" a vontade dos árbitros, dos vídeo-árbittros, da segurança do estádio, do impacto das denúncias anónimas, das condições do campo, da Federação, da Liga. Enfim, de tudo! Os jogadores têm de superar tudo!  Coitados! E os dirigentes? Isso, é outra conversa! Porque no te callas Rui!  

Tudo de bom para ti, Sérgio! Tudo de bom, para os nossos jogadores! Tudo de bom, para nós portistas!

Viva o PORTO! Para o inferno todos os corruptos!

PosMatch: Não foi o teatro que previa, valha-nos isso. Os jogadores do Belenenses portaram-se bem, jogaram à bola e souberam aproveitar a enorme fragilidade do FCPorto, que jogou pessimamente. Culpados? Não são os jogadores e ainda menos o treinador. O culpado só tem um nome, chama-se Pinto da Costa que nada fez de relevante para que os mafiosos do governo e do futebol respeitassem o FCPorto. O clube está orfão nessa matéria.

Sem um Líder, é difícil criticar o pessoal operário. Espero, mesmo assim que o campeonato não tenha sido perdido hoje. E espero também que vendam o Brahimi o mais depressa possível e fiquem com o "tosco" do Marega, que tanta falta faz...


4 comentários:

KOSTA DE ALHABAITE disse...

Apesar da derrota, a 2ª em 3 jogos, com a perda de 5 pontos de vantagem para 1 de desvantagem, ainda não vi nenhuma equipa ser melhor que a do FC Porto. O futebol é cruel e hoje mostrou-o uma vez mais. Mas...

O FC Porto foi impedido de se distanciar a certa altura da época. Basta recordar (e mais casos poderia citar) o jogo no Dragão com os encornados de lisboa (a minha máquina não consegue escrever a palavra imunda e corrupta de outra forma). Poderia ter ficado aí com 8 pontos de vantagem. Uma excelente almofada para jogos menos conseguidos ou naqueles em que sendo precisa a justiça arbitral, a cegueira da "padrecada" falhasse. Tal não aconteceu.

O árbitro responsável dessa ardilosa e falsa arbitragem nesse jogo, "qual pagamento e aviso para os demais", ainda recentemente foi laureado como o melhor de Portugal. Felizmente na FIFA já conhecem o estilo das arbitragens cá da paróquia e assim nenhum vigarista foi escolhido para o Mundial da Rússia onde estará a campeã Europeia, Portugal.

Jorge Nuno Pinto da Costa, um homem por quem outrora daria um rim, hoje é uma figura inimiga do FC Porto. Com as dezenas de escândalos que se tornaram públicos o que fez? O que faz? NADA.

Se o FC Porto conseguir vencer o campeonato, o que espero e desejo, o triunfo será do treinador e dos jogadores, nunca do Presidente caduco nem da SAD que certamente encherá os bolsos com prémio chorudo...

Se perdemos o campeonato só há um responsável: JORGE NUNO PINTO DA COSTA. O abandono e orfandade contra a imundice lisboeta não poderá ser tolerado, muito menos perdoado. Nunca esquecendo o muito que lhe devemos, até eu concorrerei contra a sua actual incompetência e falta de coragem para o combate, nas ruas, nas televisões, nos órgãos de justiça, nos órgãos federativos, nos órgãos europeus que regulam o futebol.

Anónimo disse...

Pinto da Costa viu-se a perder desde os 10 minutos e não foi capaz de ver que Sérgio Oliveira é banalíssimo, que Aboubakar é um tanque avariado e que Ricardo
tem corda mas miolos nem vê-los.
Que saudades de Pinto da Cosa que fazia substituições ainda na primeira parte.

Rui Valente disse...

Kosta,

Viva! Há quem confunda gratidão com religião. Para mim, apesar de actualmente não ser sócio, o FCPorto está sempre em 1º lugar. Os presidentes valem aquilo que dão ao clube e não aquilo que deram. Isso, é passado e o passado só faz história se continuar a ser trabalhado no presente.
Pinto da Costa teve o seu tempo, foi muito competente e eu só tenho de lhe agradecer. Como não concordo que ele tenha de viver dos juros desse tempo e usar o clube como se tratasse de uma empresa familiar, para mim terminou o prazo de validade da gratidão.

Quanto à equipa e ao treinador, acho que já fez muito considerando a qualidade relativa do plantel. Há jogadores que para mim continuam a ter lugar, e outros que não mostram estaleca para um clube como o nosso. Sérgio Conceição tem feito um trabalho acima das expectativas, foi o presidente que o escolheu e o plantel também. Mas o problema maior do FCPorto nem é o plantel, é o modo como está a ser gerido e defendido. É uma reforma dourada para meninos que não querem sujar as mãos. Caíram na minha antipatia e consideração.

Um abraço, e esperemos que as coisas ainda se possam resolver. Esperemos.

Anónimo disse...

Mais uma grande oportunidade praticamente perdida para se ganhar este campeonato. A culpa é de todos, do treinador que lê mal o jogo que se deixa levar sempre à espera que o golo aconteça. de uma equipa trapalhona que até parece que sente o peso de ir à frente,
de um presidente que já deveria estar em casa com os netos e de pantufas, que descapitalizou o Clube, que passa a vida sempre mais preocupado e mudar de damas mesmo com 80 anos. Como sócio estou a ficar cheio desta gente.
Apesar do campeonato estar Inquinado por uma equipa corrupta, mafiosa, de árbitros sem vergonha ladrões descarados tanto faz ser o sr Dias os Sousas e os Costas e toda a padranhada, o certo é que não temos um Líder com voz activa e é mais um Líder aconchegado, parado, velho.

Abílio Costa.