05 maio, 2011

José Leite Pereira já não é director do JN

José Leite Pereira
José Leite Pereira deixou ontem a direcção do Jornal de Notícias, cargo que exercia à cerca de 5 anos, que a partir de hoje é assegurada por Manuel Tavares, até agora director de O Jogo.

Não foram apontadas razões para a saída de Leite Pereira do cargo, *mas em causa podem estar divergências em relação ao plano estratégico do jornal diário para os próximos anos. Ao i, José Leite Pereira, que vai assumir outras funções dentro do grupo Controlinveste, detentor do jornal, remeteu "uma explicação integral" para uma nota a ser publicada hoje no JN.

Com a entrada de Manuel Tavares para a Direcção do JN, o jornalista José Manuel Ribeiro passa  a estar à frente do diário desportivo, onde já era subdirector.

A administração agradeceu em nota do trabalho do ex-director.
P.V.M. [in jornal i]

ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº

*Divergências em relação ao plano estratégico? Querem ver que o Director não obedecia às directivas do patrão [Clicar aqui]? Ou, será o contrário? Hum.., não me cheira...

Estes jornalistas exigem transparência para tudo, excepto para o que lhes diz directamente respeito. Saltam de uns lugares para os outros, e ninguém fica a saber muito bem porquê. Será que o "jornalismo" se tornou num novo ramo da Maçonaria?

Seja como for, a verdade é que o Jornal de Notícias, estrategicamente falando, estava a ser mais do mesmo, sendo que, o mesmo, quer dizer, mais centralista que nunca. Será crível que, agora, Manuel Tavares vá fazer a diferença, ou trata-se apenas de uma simples mudança de moscas? Sim, até porque a última coisa que os jornalistas são capazes de admitir e assumir, é a sua tradicional obediência às "estratégias" economicistas dos Big Boss...

Sabê-lo-emos dentro em breve.

3 comentários:

Raul Santos disse...

J L Pereira tem sido o coveiro do JN. Nunca o jornal foi tão mal escrito como hoje e há muitos anos que não tinha tiragens tão baixas. A sua saída do jornal é uma belíssima notícia.

Rui Valente disse...

Eu já tinha deixado de comprar o JN, há uns mêses...

dragao vila pouca disse...

Rui, como você disse, o JN estava a ser mais centralista que nunca, assim acho que a mudar, só será para ser mais nortenho. Seria o cúmulo s e assim não fosse.

Um abraço