23 janeiro, 2012

O provedor da mediocridade

Cavaco Silva
Cada vez que abre a boca, Cavaco destrói por completo o ar altivo de falsa elevação que tantas horas de treino lhe custou. 

Cavaco é o espelho do país, decadente e desequilibrado. Um Presidente casual, como casuais são a maioria dos políticos do nosso país. Mas ele lá está, na Presidência da República. Que desgosto...

Mas, tal como com Sócrates e Passos Coelho, tenho muita honra em nunca ter votado nele. Ao contrário de Cavaco, que raramente se engana, eu procuro não me enganar, e engano-me às vezes. Nunca me enganei foi em relação a Cavaco.

3 comentários:

manuel moutinho disse...

Num país civilizado, este senhor tinha que pedir a demissão,mas neste rectângulo tudo é possível,até o Marcelo Rebelo de Sousa e o Luis Filipe Menezes vieram defender o homem,eles lá sabem porquê,por isso é que o país está como está.
cumprimentos
manuel moutinho

Rui Valente disse...

Nas horas "difíceis", eles mimam-se uns aos outros. As diferenças são só de circunstância.

Um abraço

dragao vila pouca disse...

Rui,
Cotações:
cavaco - 12.400 euros/mês
pintelho - 46.000 euros/mês.

Não estará aqui o cerne da questão?

Abraço