14 junho, 2017

Cautela, e caldos de galinha

Resultado de imagem para os emails do benfica e dos árbitros
Tapas a boca por causa do mau hálito?  

Para quem se acostumou a ver a comunicação social tratar o FCPorto (e o seu presidente) como os responsáveis por tudo de mal que acontece no país, podemos dizer que estamos a fazer progressos... 

O jornal Público, fundado e sediado no Porto, foi das primeiras vítimas do centralismo. O grupo SONAE, de Belmiro de Azevedo, não teve coragem para lutar contra esta amaldiçoada doença. Já foi um dos melhores jornais do país, mas agora, o mínimo que podemos dizer é que, talvez seja o menos mau dos que existem (todos sediados em Lisboa, o JN mantém a sede no Porto, mas tem a administração em Lisboa). 

Hoje, lá decidiu enfrentar o Monstro com a publicação d' este artigo sobre (outras) denúncias do Porto Canal com trocas de emails entre elementos do Benfica, árbitros e ex.dirigentes da Liga. 

Ainda assim, ao contrário do que aconteceu com o Apito Dourado, em que  aos jornalistas só faltou vestir a farda de polícias para prenderem Pinto da Costa, agora, são extremamente delicados no verbo. A notícia está devidamente abrigada de "alegadamentes" e "supostamentes", não vá o diabo tecê-las.

Isto de lidar com mafi..., perdão, com orelhudos, parece assustar muita gente.

1 comentário:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.