15 janeiro, 2009

Uma excelente forma de, mais uma vez, não dizer nada...

... estava a ficar sem tempo de antena, logo, tinha que vir falar sobre o que não se deu ao trabalho de estudar. 

Interessante. Sem nunca ter pensado a sério no assunto, duvida que a gestão regional seja a melhor e não avança com qualquer modelo alternativo.

É a política pela política. 

Menezes duvida que a gestão regional do Aeroporto Sá Carneiro seja a melhor solução

15.01.2009, Jorge Marmelo

O importante é que o equipamento do Norte entre no circuito dos aeroportos internacionais, diz o autarca de Gaia


O presidente da Câmara Municipal de Gaia, Luís Filipe Menezes, rompeu ontem com a quase unanimidade regional em torno da futura gestão do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, considerando que a autonomização desta estrutura relativamente ao aeroporto de Lisboa poderá não ser a melhor solução para o Norte do país. "Tenho muitas dúvidas de que uma empresa regional possa colocar o aeroporto do Porto no circuito dos grandes aeroportos internacionais", disse o autarca.

Falando aos jornalistas no final de uma cerimónia oficial da edilidade gaiense, Menezes assumiu uma posição "contra a corrente" relativamente a esta matéria. "Não estou interessado em saber se o aeroporto vai ser gerido por pessoas do Porto, de Lisboa ou da Estónia, e estou muito pouco interessado em saber se a futura gestão do aeroporto vai ser feita em conjunto com a do aeroporto de Lisboa ou não. Quero é que o Aeroporto Francisco Sá Carneiro entre no circuito dos aeroportos internacionais, isso é que é importante", disse Luís Filipe Menezes, que, assim, desvalorizou também a necessidade de a gestão da aerogare portuense ser autonomizada relativamente ao processo de privatização da ANA - Aeroportos de Portugal.

O resto pode ser lido no Público de hoje.

3 comentários:

dragao vila pouca disse...

É para ser diferente. Como a ideia não é da autoria de Sua Excelência...tinha que ser diferente! Enfim a culpa é nossa.
Um abraço

Rui Valente disse...

Com efeito, no melhor pano cai a nódoa, lá diz o ditado. Não, não me interpretem mal, porque não estou a querer dizer que Luís Filipe Menezes é "tecido" de qualidade insuspeita.

Já me decepcionou quando chegou a presidente do PSD ao ter optado,com uma volta de 180º no discurso político (era regionalista, mal chegou a Lisboa esqueceu-se do assunto). E pagou por isso, tal como Fernando Gomes...
A ambição,é tão grande que torna esta gente politicamente burra!

Eu tenho louvado aqui o trabalho notável que LFMenezes tem feito em Gaia, mas o homem faz questão de me contrariar. Depois, dizem que só sabemos fazer crítica destrutiva.

O que é mais decepcionante, é não fundamentar o que diz. Não acredita na gestão autónoma do Sá Carneiro por entidades regionais, porque sim.

Jose Silva disse...

Depois de ter entregue o ouro ao bandido, LFM, de cada vez que fala perde credibilidade a Norte.