23 novembro, 2010

Optimismo, procura-se, mais vivo que morto

Abrimos o jornal [JN]e lemos:

140 euros para salvar os bancos irlandeses
*[falidos salvam falidos?]

Défice cresce 215 Milhões até Outubro
[a endividar-nos somos mesmo bons! E... rápidos]

Greve Geral

Baleado por ter demorado a sair da passadeira
[convenhamos que é castigo exagerado, mas que há para aí uns meninos que gostam de provocar os automobilistas, isso é verdade. Só lhes falta fumar um cigarro e ler o jornal]

Idoso premeditou pegar fogo à mulher

Gangue de menores assaltava estudantes

Tios detidos por raptar sobrinhos

Comerciante atingiu assaltante a tiro

Detido por maltratar mulher, GNR e bombeiros

Cantinas da Câmara de Gaia dão comida todo o dia

Problemas laborais resolvidos a soco

Chefe dos CTT ficou com donativos

E isto é apenas um resumo das notícias de hoje. É claro que os "optimistas" de plantão ao rectângulo plantado à beira mar, dirão que desprezei o Emmy das telenovelas ganho pela TVI em Nova Iorque, que Sócrates "garante" que a crise não afectará a ciência, ou então, que a selecção portuguesa chapou com 4 secos à Espanha. Mas os optimistas são assim mesmo, contentam-se com pouco, normalmente, com muito e bom, dentro da barriga.


*Os textos entre parêntesis são da minha autoria 

3 comentários:

Miguel Barbot disse...

"Baleado por ter demorado a sair da passadeira -
[convenhamos que é castigo exagerado, mas que há para aí uns meninos que gostam de provocar os automobilistas, isso é verdade. Só lhes falta fumar um cigarro e ler o jornal]"

Digamos que, há mais automobilistas aos quais só falta o capacete, as luvas e o número de participante na prova, do que meninos aos quais só falta o cigarro e o jornal.

Convenhamos que há mais automobilistas a desrespeitar o limite de velocidade por excesso que peões a fazê-lo por defeito.

Um abraço Rui!

Rui Valente disse...

Viva Miguel!

Feitas bem as contas, deve ser ela por ela. Entre automobilistas e peões venha o diabo e escôlha.

Acho que os automobilistas já foram piores, ao fim de muitos anos, agora até "já" páram nas passadeiras e tudo :).

Há também uma nova "moda" que são os ciclistas [não é piada para si que sei que usa a bicleta. Eu também já usei muito lá fora], que invadem tudo quanto é passeio para peão, circulam em sentido proibído, e saem bruscamente dos passeios para usarem as passadeiras sem sequer se apearem. Digamos que é o português na sua real expressão.

Um abraço Barbot!

Anónimo disse...

"Rui Moreira contra o uso dos lucros de Leixões para cobrir outros défices" in jn