26 outubro, 2016

O generoso Benfica

As buscas da Polícia Judiciária à SAD do Benfica, a 11 de Outubro, com vista ao esclarecimento do custo do "Kit Eusébio" que as águias oferecem às equipas de arbitragem, observadores e delegados da Liga, ocorreram 29 dias depois de ser emitido o mandado de busca, apurou o JN junto de fonte próxima do processo. Portanto, no penúltimo dia para ser executado, dado que tinha um prazo de 30 dias.
A acompanhar os inspectores da PJ esteve Paulo Gonçalves, assessor jurídico da SAD encarnada, durante as 3 horas que as autoridades passaram no Estádio da Luz. Em causa está, recorde-se, a denúncia pública do presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, no dia 5 de Outubro, do ano passado, na TVI24, sobre os presentes oferecidos pelo Benfica aos árbitros, assistentes, observadores e delegados, intervenientes na equipa principal e B, nas temporadas desportivas  de 2013/14, 2014/15 e 2015/16. Logo a seguir, a Federação Portuguesa de Futebol participou o caso à Procuradoria Geral da República, órgão que dirige o Ministério Público (MP) para averiguação de factos que possam constituir a prática de crimes de corrupção desportiva activa e passiva, como o JN noticiou em exclusivo.
Ao contrário do que ontem alguma imprensa noticiou, nem a PJ nem o MP concluiram que o caso será arquivado, até porque, sabe o JN, a Judiciária aguarda pela chegada da documentação requerida durante as buscas ao departamento financeiro da SAD e o presidente Luís Filipe Vieira não terá sido também ouvido. Fonte oficial do MP  afirmou ontem ao nosso jornal: "O inquérito encontra-se em investigação e está em segredo de justiça".

UEFA ESTABELECE LIMITE MÀXIMO

A ajudar à investigação da PJ estará o código de ética da UEFA que estabelece um valor máximo para as lembranças deixadas pelos clubes às equipas de arbitragem: no máximo 200 francos suiços (algo como 185 euros). E se o "Kit Eusébio" e as entradas no museu Cosme Damião têm valor definido, respectivamente 59,99 euros e 10 euros por bilhete, já os jantares no museu da cerveja não. Nos sites da especialidade, é possível perceber que uma refeição por pessoa rondará os 25 euros. No entanto, não se sabe se o Benfica pagou mais ou menos, até porque tem uma parceria com o referido restaurante. Certo é, que além da camisola da antiga glória, em 2013/2014 e 2015/2016, as águias ofereciam dois vouchers. Já em 2014/2015, o conjunto encarnado optou por ser mais generoso e ofereceu quatro vouchers a cada árbitro, assistente, observador e delegado.

(Fonte: JN)


Nota de RoP:

Tudo muito sério e cristalino. 
O Benfica é tão só um clube extremamente generoso. Fim de papo...

3 comentários:

Deacon Blue disse...

Ola Rui,

Ou me engano muito ou os estrategas vermelhos (J E Moniz à cabeca, esse que eu um dia espero encontrar pessoalmente para lhe dar uns.... bitaites) vao aproveitar este processo para se fazerem de vitimas, limparem-se com agua benta e, a cereja no topo do bolo, vao mover um processo ao Sporting de uns 40 milhoes só para chatear.
Os merdia vao atras e ai temos o spor lisbia e beinficas em todo o seu explendor e sempre a comandar o centro das atencoes na Tugulandia!

Atencao ao J E Moniz....este gajo esta por tras do actual estado de coisas na comunicacao social no que ao futebol diz respeito! Ele é um rei em terra de "cegos"!

E nos por ca, tudo no silencio dos inocentes.....

Nao lhe parece que este circo todo configura algo do tipo medieval?
é como eles querem! e mainada!


DB

Rui Valente disse...

Olá, Deacon!

não creio que saia lume branco desta "voucherada" lampionica, apesar do descaramento ter batido no fundo. Mesmo assim, admitindo que os mafiosos do costume arranjam argumentos para justificar o injustificável, o Ministério Pública abrirá um precedente que só pode reacender a chama da corrupção (não vai faltar clientela).

E depois? Como é que vão manipular a lei para punir os infractores que não vestem de vermelho? Deixarão chegar a pouca vergonha a esse ponto?

Fica no ar a questão.

Deacon Blue disse...

Rui,

Como sabemos, a pouca vergonha na capital do imperio falido é como uma autoestrada sem fim! com via verde, sempre a andar, e no final nao pagam nadinha!

Quem paga? Os otarios de sempre....

DB