26 junho, 2009

A pedido de um discípulo de Rui Rio um link animador...

Rio diz que desvio de verbas do QREN para Lisboa é um "escândalo"

E eis, senão quando, o Presidente RR decidiu berrar contra Lisboa. Aleluia!

9 comentários:

victor sousa disse...

o carácter de uma pessoa passa necessariamente pela coerência. Na ausência dela, é pouco confiável o que ela faça ou diga.
Solidariedades com gente desta estirpe, estão fora de questão. Por razões de respeito por nós próprios.
estas guerras, que as faça sózinho

B. disse...

Este escândalo não me espanta nada pois não é inédito. Há anos que ouço falar de sub-investimento no Norte e de desvio de verbas.

O que me espanta é que o político que iniciou a sua campanha com a bandeira anti-regionalista (não queria ser visto como um Alberto João Jardim do Norte) com esperanças de usar a CMP como um trampolim para Lisboa agora se veja recauchetado em Presidente de Câmara. Perdeu as esperanças e quer agarrar o pelouro em ano de eleições.

Volta Gomes que estás perdoado!

Rui Valente disse...

Acreditem se quiserem, mas se, apesar de ter repudiado a forma hostil, afrontadora mesmo, como Rui Rio assumiu a presidência da CMPorto, lhe reconhecesse valias q.b. para estar à altura das necessidades da nossa cidade, não teria nenhum problema em dar a mão à palmatória e até mesmo em felicitá-lo pessoalmente.

O problema para o Porto, é que não fui eu quem se enganou, foram todos aqueles que se deixaram levar pelas qualidades quixotescas de RR. Viram nele uma espécie de lixívia [o que se compreendia], mas o "produto" saiu-lhes algo contrafaccionado... Alguns já o reconhecem, outros assobiam para o ar.

Se já não gostava dele, ainda o aprecio menos agora por praticar exactamente a mesma demagogia dos autarcas mais básicos: correr a fazer obras de rua em vésperas de eleições. Haverá maior hipocrisia do que esta?
Luís Filipe Menezes, pelo menos, mostrou um excelente trabalho em Gaia desde que tomou posse. Mas quem tem a fama de homem sério, quem tem?7

KOSTA DE ALHABAITE disse...

Tendo sido militante do PPD, repito do PPD de Sá Carneiro, não votei Rui Rio. Sabia que a "peça" tinha o olho na cadeira do partido e num posto na capital. Denunciei isso junto de quem pude. Infelizmente ele foi eleito e reeleito o que me espantou sobejamente, pois se puxarem pela memória, a única coisa que se lembrar foi a destruição da baixa do Porto e o alcatroamente de uma parte da Boavista para as corriditas de carros... O resto foi o desprezo total pela Cidade e suas Gentes, ZERO EM OBRAS e ZERO EM INVESTIMENTO, ZERO ATRACÇÃO DE MAIS VALIAS.
Quanto à denúncia, é óbvio que cheira a eleições autárquicas..., mas quer este blogue, quer o meu e de outros Ilustres Portuenses, já nos fartamos de denunciar esta roubalheira lisboeta. Recordo os investimentos na recuperação da zona ribeirinha da capital, lavrada em diário da república como sendo do "interesses nacional"! A própria farsa do novo aeroporto quando existem provas, e este blogue já as mostrou, da falácia dos argumentos para a sua construção e abandono do actual...
Lisboa tem sobre si um guarda-chuva invertido, que, quando chegam dinheiros de Bruxelas, acaba por ficar com quase tudo e ainda assim vai "sacar" as obras ao resto do país!
É também por estas coisas que eu já não sei o que é ser português. Se é isto, eu não sou português! Aliás, gosto e (re)afirmo constantemente que sou Portucalense. Assim, pelo menos tenho Honra e Dignidade, que sempre foram lemas dos Homens do Porto. Porque até no roubo, vejam lá que os "lisboetas" (não no sentido alfacinha, mas de Centralistas), para enganar Bruxelas, colocam os investimentos feitos em lisboa, nas rubricas das regiões. Se isto não é pulhice é o quê? Este não é o meu país... e confesso que anseio pela cisão desta castrante centralização daquilo a que chamam portugal...

Rui Valente disse...

Caro "Kosta"

inteiramente de acordo!

Joan disse...

Só agora,(em ano de eleições) é que este homem-que não gosta de misturas com a "ralé", principalmente da do futebol, (FCP)- acordou?...

Rui Farinas disse...

O desvio de verbas para Lisboa consubstancia um roubo. Roubar é a apropriação indevida de bens que pertencem a outrém,que é o que acontece aqui. Que o roubo ocorra,nem me admira porque ladrões existiram sempre. O que me espanta é a passividade dos roubados. É a passividade dos bois a caminho do matadouro. Não nos podemos sentir orgulhosos.

Cidrais disse...

Agradeco ter colocado o link, so dispenso o rotulo.
Ja aqui disse que nao tenho lealdades de especie alguma.
Mas confesso que gosto mais de ouvir isto:
http://jn.sapo.pt/multimedia/video.aspx?content_id=1276435
do que da postura de Elisa Ferreira.
Veja la se me entende, e aquilo que afirmei no meu comentario inicial...Rui Rio e um mal menor, tendo em conta as opcoes. Que sao mas, pessimas mesmo.
Cumprimentos.

Rui Valente disse...

Caro Cidrais,

a questão é que o discurso de Rui Rio, chega tarde e a más horas. A drenagem ilegal de fundos europeus para Lisboa já se faz há alguns anos, incluindo quando RR chegou à Câmara, mas por essa altura foi ele quem enfatizou essa nossa mania portuense e «provinciana» de «berrar contra Lisboa» para reivindicarmos o que nos era devido. Ao fim e ao cabo, não é isso que ele está a fazer agora?
Os portuenses não gostam de berros, gostam de líderes afirmativos e descomplexados em relação a Lisboa, capazes de exigir aquilo a quem têm DIREITO!

Rui Rio, sempre evidenciou um medo de morte de desagradar aos senhores da capital, talvez por receio de retaliações em caso de promoção a patamares mais elevados. Pelo menos dessa fama já não se livra. Mas, também lhe digo que se voltar a ganhar a Câmara pode agradecer o brinde a Elisa Ferreira[a quem já critiquei aqui pelas mesmas razões que as suas].

Já agora esqueça lá o rótulo, porque nada tenho contra si, volte sempre que lhe apetecer.

Um abraço