23 junho, 2009

Grande Porto com semanário a partir de Julho


Sai às sextas, terá a sua primeira edição em banca no dia 3 de Julho e vai chamar-se “Grande Porto”, o novo semanário da Sojormedia, detentora do diário “i” e de vários títulos da imprensa regional.Dirigido por Manuel Queiroz, ex-jornalista do PÚBLICO e com uma redacção de 12 profissionais, o “Grande Porto” é, nas palavras do seu director, em declarações ao “Meios e Publicidade”, um jornal que “não deixará de reflectir a vida nacional e a política internacional, olhando-a com o ‘sotaque’ natural de quem vive e trabalha no Grande Porto”.
Segundo Manuel Queiroz, este novo projecto da Sojormedia não esconde que tem a regionalização como bandeira e que encara o tema como “uma reforma indispensável a um desenvolvimento equilibrado de Portugal”.O “Grande Porto” contará com um painel de cronistas entre personalidades políticas, sociais e empresariais da região e dará ênfase “à cultura e entretenimento, vida social e ao pulsar político e económico de toda a região”, descreve Pedro Costa, administrador da Sojormedia, citado pelo “Meios e Publicidade”.
Segundo os responsáveis pelo novo projecto, o “Grande Porto” fomentará as sinergias com todos os títulos regionais do grupo mas terá uma ligação especial com o diário “i”, que conta com o “Grande Porto” como principal apoio redactorial a norte.O novo título terá entre 15 mil a 30 mil exemplares e o objectivo do grupo é conseguir vendas de 10 mil exemplares de circulação paga a “médio prazo”.

Ana Machado
[Público]

4 comentários:

Anónimo disse...

a REGIÃO BEM PRECISA.

Anónimo disse...

00:04 - Futsal
Belenenses apelam à verdade desportiva

O Belenenses reagiu em comunicado, publicado no site oficial do clube, às arbitragens dos dois primeiros jogos da final dos playoffs da I Divisão, realizados na Luz, diante do Benfica.

Leia o comunicado:

A equipa de Futsal do Clube de Futebol "Os Belenenses" encontra-se a disputar a final do Campeonato Nacional da 1ª divisão de Futsal época 2008/09. Alcançou esta fase da competição com inteiro mérito desportivo, repetindo o feito atingido na temporada anterior.

Chegadas aos jogos decisivos da competição, ambas as Equipas em disputa aspiram legitimamente ao tão ambicionado titulo.

O Clube de Futebol "Os Belenenses" entende que todos os agentes e todas as entidades envolvidos nesta fase final da competição devem pautar a sua acção com uma total isenção, rigor e espírito profissional. A igualdade de tratamento em relação aos dois finalistas é fundamental para garantir que o esforço dispendido por dirigentes, atletas e adeptos ao longo de toda uma época é compensado de forma adequada.

Verificamos que nos dois primeiros jogos disputados no passado fim-de-semana isso não aconteceu.

Conforme todo o País pôde ver pela transmissão em directo dos dois jogos, parece ter havido uma dualidade de critérios sempre em claro prejuízo do Clube de Futebol "Os Belenenses" com influência directa no decurso e no resultado de ambos os jogos. As penalizações desportivas e disciplinares sofridas pelo CFB são resultantes de decisões menos felizes das duas equipas de arbitragem, que a experiência e cotação não faziam prever.

Esta leitura é confirmada pelas crónicas de alguns dos órgãos de comunicação social presentes e pelas inúmeras mensagens de solidariedade recebidas da parte de terceiros.

Preocupa-nos a recorrente frequência com que estes erros têm acontecido no passado, em jogos decisivos e sempre em claro prejuízo do Clube de Futebol "Os Belenenses".

Com o intuito de contribuir para uma maior valorização da modalidade, a mesma valorização que fez com que o Clube de Futebol "Os Belenenses" decidisse investir no Futsal com a colaboração de patrocinadores sérios e empenhados, alertamos os Responsáveis pelos Orgãos Federativos para a imprescindibilidade da verdade desportiva imperar nos últimos jogos que faltam disputar no presente Campeonato.

Não pretendemos qualquer tipo de proteccionismo ou favorecimento, mas apenas isenção, rigor e um maior acerto no ajuizamento dos lances de cada jogo.

Os Clubes envolvidos nesta final merecem-no, os adeptos da modalidade merecem-no e todos os amantes do desporto também o merecem.

Todos juntos poderemos fazer do Futsal uma modalidade de verdade desportiva, mais espectacular e sempre credível
-----------------------------------

Afinal ?!...

Rui Farinas disse...

É uma boa iniciativa que só peca por tardia,mas quero exprimir a minha decepção por ter sido necessário que viesse um grupo de fora fazer o que alguem "da casa" já devia ter feito há muito. Faço votos de que a nova publicação tenha um nivel aceitável e que tenha sucesso.

FMSá disse...

O Porto e a Região precisa.
Vamos esperar para ver.
Votos de sucesso.