25 setembro, 2009

Incompetências...

Um gestor incompetente que chega de novo a uma empresa e que não tem ideia nenhuma sobre o que há de fazer, mas querendo disfarçar a sua incompetência e dar-se ares de grande reformador cheio de ideias inovadoras, adopta normalmente a solução clássica. Consiste ela em "baralhar" tudo. Muda o organigrama, altera as designações dos departamentos, muda a localização física dos diferentes sectores. Em suma, cria o caos na empresa e não melhora em nada o seu funcionamento, dado que mudou apenas por mudar, para mostrar serviço aos seus patrões.

Recordo-me deste tipo de situações quando vejo novas designações de organismos oficiais, criadas pelos incompetentes governantes - a vários níveis - que pretendem dirigir este país. Alguns exemplos.

- Subsídio de Inserção Social. Era chamado Rendimento Mínimo Garantido. Alguém vê alguma vantagem na mudança, a não ser enviar para o lixo todo papel timbrado que existia com a designação, juntamente com o software existente?

- Instituto dos Museus e da Conservação. Conservação de quê? Se é dos museus, não era preciso enfatizá-lo.

- Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade. A biodiversidade não é Natureza?

- Instituto da Mobilidade e dos Transportes. Os transportes não dizem respeito à mobilidade?

- Quadro de Referência Estratégico Nacional ( o célebre QREN). Esta designação tão comprida e rebuscada, descreve porventura aquilo de que se trata, ou é um pretenciosismo irrelevante?

- Estrutura de Missão do Douro. Qual missão? E porquê "estrutura"?

Haveria mais, a começar por uma Direcção-Geral que trata da Energia e da Geologia(!), ou pelos exames nacionais do ensino secundário, onde na mesma prova se examina sobre Biologia e sobre Geologia, matérias que devem ter profundas afinidades que escapam aos leigos do "eduquês".

Incompetência e pesporrência, na minha opinião, não vejo outra causa.

4 comentários:

Rui Valente disse...

Caro Rui Farinas,

de todas, a que eu mais "gosto" é do QREN,[Quadro,Referência,Estratégia,Nacional], são palavras simples e muito pragmáticas. Então o meu amigo não sabe o tanto de bom que esses senhores têm feito com os apoios comunitários? É só para baralhar. Até nestas mariquices não dispensam a burocracia.

dragao vila pouca disse...

Como hoje é dia de reflexão, de Porto/Sporting e como vocês estão muito amargos, passei só para desejar bom fim-de-semana.

Um abraço

Rui Valente disse...

Que seja um bom jogo, e que o melhor [e vencedor] seja o FCPorto, uma das poucas instituições da cidade que vai resistindo à ganância centralista.

Um abraço

Rui Farinas disse...

Sabe meu caro Vila Pouca,o problema é precisamente hoje ser um dia de reflexão... Um bom fim de semana também,o que forçosamente inclui uma categórica vitória do Porto.