01 outubro, 2009

FCPorto e a Champions League

Luís Freitas Lobo, é um comentador de futebol por quem já tive mais apreço [muito mesmo]. Ao contrário do que é habitual, a experiência, que costuma adicionar aos nossos conhecimentos um "must" de simplicidade e sensatez, não está a surtir esse efeito em LFLobo. E é pena, porque quando começou de mansinho a fazer comentários sobre futebol, vi-o como uma lufada de ar fresco no paupérrimo universo de comentadores do futebol jogado.
Ontem, apesar do futebol trapalhão do FCPorto até aos 72 minutos, LFLobo só tinha elogios para os jogadores do Atlético de Madrid. Parecia que só existia uma equipa em campo. Eram só mimos com adjectivos sublimes para os jogadores do Atlético e da própria equipa. Em relação aos jogadores do FCPorto não lhe consegui ouvir uma só palavra positiva. Eu, não sou comentador desportivo, mas vou dizer o que os meus olhos viram, procurando dentro do limite do possível, ser o mais coerente possível com o que penso de Jesualdo.
Como todos os espectadores se devem ter apercebido, a 1ª. parte do FCPorto, foi um susto. Tomás Costa, foi um susto e o Raul Meireles - a jogar mais à frente - a procurar emitá-lo, com passes desastrados, pouca consistência física e falta de garra na hora de finalizar os passes de bandeja que o esforçado [mas algo anarca] Hulk lhe ofereceu. Foram 72 minutos à Jesualdo.
Como disse em post anterior, considero algo tardias as decisões de Jesualdo. Tivesse ele pensado nas substituições um pouco mais cedo, talvez não houvesse necessidade de deixar os adeptos à beira de um ataque de nervos, sujeitos a sair do Dragão com a segunda derrota na League. Com a saída de Tomás Costa, a entrada de Guarín e o recuo de Meireles [onde é mais produtivo], a equipa parecia outra, que teve a sorte e o talento de marcar o golo da vitória a parcos minutos do fim.
No entanto, e apesar da sofrível 1ª. parte, não vi no Atlético de Madrid o esplendor que Luís Freitas Lobo tão calorosamente descreveu. Tem muito bons jogadores, sim senhor, mas para uma equipa "brilhar", às vezes basta que a outra se deixe ofuscar. Foi, na minha opinião o que aconteceu ontem no Dragão com o FCPorto. Isto, descontando a ausência [por lesões ou castigos] de jogadores-chave, como são Fernando, C. Rodriguez e Varela.
Eu discordo um pouco do lugar comum besta versus bestial de que costumam responsabilizar os adeptos. Ontem, Jesualdo, nem foi uma coisa nem outra. Foi pouco arguto até aos 72 minutos e lúcido quando procedeu às substituições, porque objectivamente, teve bons resultados. E teve a "sorte" de ter tido o contributo precioso de Falcao com um golo soberbo. Isto, foi resultado do talento individual do jogador, não do técnico. Ponto.
Mas, não havia "nexexidade" de arriscar perder a partida permitindo que o FCPorto andasse perdido, aflito mesmo, durante tanto tempo. Repito: para decisões tão in-extremis, é preciso ter sorte.
O melhor jogador durante toda a partida, mesmo durante o pior período de jogo, chama-se Fucile. Os segundos exequo, Falcao eHulk. Por último, todo o sector defensivo.
PS-Descansem os meus amigos dos blogues futebolísticos que não pretendo fazer-lhes concorrência. Este é o tipo de coisas que não pode explicar-se num simples comentário.

9 comentários:

dragao vila pouca disse...

Eu gostei dos noventa minutos, embora e como é óbvio, muito mais na segunda-parte e particularmente a partir da entrada do Guarín.

Quanto ao Lobo, não passa de um teórico armado em sabichão, que gosta mais do vermelho que do azul.

Eu fui ao estádio e não ouvi os comentários, mas normalmente utilizo a táctica do A Jorge: televisão sem som.

Um abraço

Anónimo disse...

Eu estive no Dragão; e por isso nao ouvi os comentários do Freitas Lobo.

A não o ouvir,não perdi nada com os comentários desse paineleiro.

Lobo só de nome; é um cordeirinho.
Tem que fazer a vontade ao chefe;
que é o Vermelho de Paredes.

Esse pastor de Paredes, converte-os
todos,em Vermelhos.

Quanto ao jogo FCPOrto-Atl.Madrid.
Para resumir:ambos foram uns empatas.
Só se viu Porto aos 70 minutos.
A entrada de Guarin, acordou o
FCPORTO. Apartir daí... marcou dois golos como podia marcar três.

Por aquilo que vi Atlético!... o FCPorto tem no minímo, o segundo lugar garantido.

O PORTO È GRANDE VIVA O PORTO.

Anónimo disse...

01/10/2009
Estrutura não federada muda-se para SOLINCA Dragão

A secção de natação do FC Porto transferiu a sua estrutura não federada na Invicta para as piscinas da SOLINCA – Estádio do Dragão. Assim, a partir de 6 de Outubro, as Escolas de Campeões do FC Porto (aprendizagem e aperfeiçoamento – crianças) e as classes de manutenção para jovens maiores de 12 anos e adultos passarão a utilizar aquele moderno e funcional equipamento. Os praticantes serão devidamente enquadrados por técnicos do clube.

Para inscrições e informações, os associados e adeptos da modalidade devem contactar a recepção da SOLINCA, no Estádio do Dragão, através do telefone 225 574 700, do fax 225 574 704 ou do endereço de correio electrónico dragao@solinca.pt.

A Piscina Olímpica Municipal de Campanhã vai continuar a receber todas as equipas de competição.

www.fcporto.pt

Rui Valente disse...

Vila Pouca
Gostou da 1ª. parte??? Se tivéssemos sofrido um golo, diria o mesmo?

Há factores imponderáveis num jogo de futebol, mas em alta competição, erros como os que foram cometidos na 1ª. parte, costumam pagar-se caros! A jogar como na 1ª. parte só peço que no futuro não nos apareça nenhuma equipa nórdica ou mesmo eslava, porque não costumam perdoar estas "distracções".

Abraço

KOSTA DE ALHABAITE disse...

Boa "posta".
LFL, como qualquer "paineleiro" das televisões só tem uma saída: sendo um generalista, isto é, não afecto directamente a nenhum dos três habituais clubes (o campeão e os outros dois da 2ª circular), tem que alinhar no circo habitual, ou seja, dizer mal do FCPorto, ou pelo menos elogiar os adversários deste. O vil metal corroi, e a honra e respeito pelos valores próprios é relegada. O homem deve precisar da avença, por isso...
Quanto à apreciação do prélio, está correcta. Este team do FCPorto esta ainda numa fase cinzenta. Ontem irritou a maior parte do tempo e a minha ansiedade e a vertente irracional prevaleceram. Falta de colectivo, falta de atenção (inúmeros passes errados). Não pensei que a equipa é nova, que há por ali muito valor mas também muita inexperiência, não pensei no muito estava em jogo. Por fim, o prof lá acertou na substituição, as linhas "alinharam-se" e, pasme-se, com Guarin vencemos.
E vencemos àquela equipa que "cilindrou" uma certa constelação de vedetas no seu jogo de apresentação. E vencemos à equipa B da lampionagem; nem Reys, nem o anão Sabrosa, nem o renegado Assunção lhes valeram. Mesmo com "este" FCPorto. E é sempre bom gritar OLÉ aos espanhóis. Então não é :-))))

duarte disse...

O Lopo, o Paredes, e outros que tais, não passam de animais, e para completar o ranchinho, a Bosta e o Resbosta, com as capas que têm apresentado nestes ultimos dias, são o melhor que nos pode acontecer, estamos atentos as 1.ª Paginas desses Pasquis.
Já agora para o rancho ficar maior, vamos lá por tambem; O Gordo, o Subsidio dependente (cinema),O Camarario militante,O teverneiro, não é, mas tambem pode ir, O Carniceiro, dos calineros, já agora tambem o filho, etc.

dragao vila pouca disse...

Gostei e gostei porque percebi que a primeira-parte era para apalpar terreno, ver como eles vinham jogar, ganhar confiança - depois de uma má prestação frente ao Sporting, junto com a falta de Fernando, Rodríguez e Varela. Mesmo não sendo uma exibição de encher o olho, eu gostei, porque a equipa foi serena, segura - excepção foi aquela entrega ao Aguero pelo T.Costa -, procurou jogar pelas laterais e não deixou o Atlético criar qualquer perigo. É preciso ter em conta a qualidade individual de alguns jogadores dos colchoneros, que em qualquer momento podiam desiquilibrar. Eles, é preciso dizê-lo, nunca tinham perdido para a Champions e já tinham jogado, por exemplo, em Liverpool.
No final da primeira-parte podiamos ter marcado, não fosse árbitro auxiliar ter cortado duas jogadas de golo iminente, e se numa até é capaz de estar certo, no segundo lance o Meireles está atrás 2 metros. Apenas fatou mais contundência no ataque e uma melhor qualidade de passe...

Se temos sofrido um golo? Mantinha a opinião. Não é por marcar ou sofrer um golo, que eu analiso e altero as análises que faço.

Um abraço

Rui Valente disse...

Caro Vila Pouca,

se discutirmos a satisfação pelo resultado final e os últimos 20 minutos, após a saída de Tomás Costa e a entrada de Guarín até concordo que estivemos bem. Quanto à primeira parte até esse momento, tenho dúvidas que não houvesse nenhum portista com o credo na boca. Eu não pretendo impor a minha opinião a ninguém, mas não acho que a equipa tenha jogado de forma segura como diz. Recompôs.se, digamos assim e teve a sorte [também conta] das vedetas do Atlético andarem por baixo... Isto, não invalida que os jogadores do FCPorto se tenham esforçado, mas é preciso muito mais atenção.

zangado disse...

Quanto mais "comentadores" e outros com assento em jornais e televisões atacarem e discriminarem o F.C.do Porto, ele será, cada vez mais, para muitos portugueses e não só "mais do que um clube".Quiçá o embrião de um movimento de libertação nacional do centralismo e colonialismo da capital do sul.