25 abril, 2010

Dedicado aos portistas de todo o Mundo, em dia de Liberdade...


Estes versos da autoria do meu falecido pai foram publicados num dos jornais portuenses da época, não sei bem em qual. 

O colunista Moreira de Castro chamou-lhe poeta, mas não era essa a sua actividade profissional.

Dedicou-se a brincar com as palavras depois de reformado. É tudo.Como o seu grande amor ao melhor e mais simbólico clube de futebol da cidade era imenso, descomplexado, autêntico, e liberto de amarras centralistas, a brincadeira deu nisto.

Espero que gostem. 


PS-Os meus familiares e amigos mais íntimos dizem que me pareço com o meu pai, em forma e feitio. Concordo, em parte, porque nem na árvore genealógica é possível encontrar duas pessoas exactamente iguais. Por isso, atrevo-me a adiantar que, à luz do estado mafioso  a que chegou o futebol português, hoje, meu pai jamais citaria o nome do Benfica em qualquer escrito. 

Perdoem-lhe esta gafe, mas os tempos mudaram. Paradoxalmente, "democraticamente", para pior.

Clicar sobre a imagem para ler

9 comentários:

dragao vila pouca disse...

Curvo-me perante o poeta e o portista. Quer um quer outro fazem falta...

Um abraço

renato disse...

Caro Rui!

São Homens com este sentido Humanista e à causa da Liberdade (no verdadeiro sentido da palavra), que fazem muita falta à cidade do Porto e a esta nossa Região, que precisa de Homens iguais, "como de pão para a boca"!

Bem-haja por partilhar connosco estas "noticias" de um Grande Homem, de um Grande Cidadão!

Um abraço

Joao disse...

CARÍSSIMO SR.
PASSO OS OLHOS DE VEZ EM QUANDO NO SEU BLOG...NÃO NOS CONHECEMOS, É FACTO, MAS HÁ SEMPRE POR AQUI NOME DE ... P O R T O !
AO LER OS VERSOS QUE DÁ À ESTAMPA COM ENLEVO E CARINHO ,MAIS UMA VEZ O CONFIRMO : AQUI-HÁ -FCPORTO! -
TB O SEU ESCRITO, MENCIONANDO O SEU PAI ME FEZ LEMBRAR DO ...MEU-PORTISTA DE TODOS OS COSTADOS E CUJA "FEBRE" PELO FCP, ME CRAVOU NO ADN-
PASSAREI POR AQUI MAIS VEZES NO RENOVAR O PORTO(GAIA),NO PRÓXIMO-FUTURO... ATÉ LÁ!
UM DRAGÃO NO SUL DO PAÍS
JOÃO CARREIRA

meirelesportuense disse...

Está plenamente justificado o gosto pelo Porto e neste dia, dia grande, faz ainda mais sentido lembrar os que mais gostamos...

Rui Valente disse...

Meus caros amigos,

agradeço-vos as palavras amáveis que me têm dedicado e neste post também à memória do meu pai que era efectivamente um portista dos sete costados.

Às vezes, confesso-vos, sinto um certo desconforto com os piropos que me dirigem e não sei o que vos responder sem correr o risco de parecer patético. Por isso, não reparem se nem sempre responder aos vossos comentários. Os elogios agradecem-se, por dentro.

Um abraço a todos

meirelesportuense disse...

À memoria do seu pai, os meus cumprimentos.

Portucalense disse...

Sensibilizante.Parabens.

R.M.Silva da Costa disse...

Ainda que mal comparado, também guardo dos mais pais uma imagem que ombreia com a que, com evidente saudade e carinho, se revê nos impagáveis versos com que nos premeia: a de os ter comigo (eles, que nunca tinham visto jogar o FCP nem tenho memória de terem qualquer paixão clubística) no jogo inaugural do Estádio das Antas, aonde os convenci a levarem-me, em excursão de camioneta como era de uso na altura, e dos seus esforços no fim do jogo para me consolarem dum desgosto jamais sonhado...

Anónimo disse...

Viva a cidade do Porto
Viva o FCPorto
E em memória a seu pai: Viva o Poeta,o homem e cidadão.

O PORTO É GRANDE VIVA O PORTO.