09 outubro, 2009

Há tripeiros e habitantes do Porto. Não são a mesma coisa!

As sondagens valem o que valem, mas convém estarmos atentos com quem as difunde e de onde provêm... O país é tudo menos simétrico e justo, por isso, muita atenção às fontes... Com as novas tecnologias, parece-me haver erros de cálculo a mais, para quem pretende fazer das sondagens uma actividade credível.
À imagem de outros jornais, o Grande Porto atribui a vitória a Rui Rio com 49,2% dos votos. Eu, tenho alguma dificuldade em digerir estas previsões, muito embora tenha reconhecido o incrível hara-kiri de Elisa Ferreira logo no lançamento da candidatura, porque me custa muito a acreditar que sejam efectivamente gentes do Porto todos aqueles que insistem em dar a Rui Rio o seu voto.
Custa-me a crer que os portuenses sejam tão pouco exigentes, tão desafeiçoados da sua cidade e da sua história, que não sejam capazes de reconhecer as incapacidades de gestão camarária de Rui Rio e o seu perfil típico de homem insensível e distante do povo. Não. Há, aqui um outro qualquer fenómeno que me escapa, porque os portuenses apesar de os tempos não serem os mesmos de outrora, não podem ter mudado tanto [e para pior].
Não sei quem foi o autor que comparou o Porto a um "Donut", mas foi seguramente alguém sem dificuldades oftalmológicas, tão precisa e "feliz" foi a comparação. Será que quem se desloca ao Porto, conseguindo compartimentar as noites de fim de semana nas ruas Galerias de Paris e Cândido dos Reis com o dia-a-dia rotineiro da baixa portuense, não percebe que a cidade não é só feita de animação nocturna? Será que ainda não deram pela falta da juventude na cidade e repararam na proliferação de gente envelhecida e pobre nos centros comerciais? Será que ainda não perceberam que a cultura é algo muito mais vasto, profundo, heterogéneo e abrangente do que os espectáculos do La Féria? Será que o blogue As Casas do Porto [passe a publicidade] é uma ficção deturpadora da realidade urbana da nossa cidade? Afinal o que é que Rui Rio fez de tão transcendental que os leva a negligenciar tanto desleixo?
Pode não explicar tudo, mas continuo convencido que estes últimos 20/30 anos de concentração do poder mediático [e não só] em Lisboa mais as suas campanhas diabolizantes contra o FCPorto, tiveram grande influência em muita gente que para cá migrou, por questões relacionadas com o trabalho ou estudo, trazendo consigo o veneno que lhe foi injectado cujos reflexos acabaram por se espelhar na política e consequentemente nos resultados eleitorais.
Há muita gente que vive no Porto que não é nem sente o Porto, tal como o portuense-tipo sente. Não, não confundam esta alusão a qualquer discriminação regional, porque se há coisa da qual nós sempre nos orgulhámos foi da fama de gente hospitaleira, mas com a perda de influência política do Porto, houve portuenses vindos de outras paragens que não tiveram oportunidade de assimilar a cultura portuense e a maneira de ser do seu povo.
Está plena de razão Elisa Ferreira quando diz que Rui Rio ficou famoso, apenas e só, por afrontar, desprezar o FCPorto, o melhor clube português e ao mesmo tempo o mais temido e invejado pela capital. Só portuenses atípicos, mal assimilados é que não querem aceitar este facto insofismável! Quem contraria isto, também confunde a água do vinho, não está a ser honesto consigo próprio.
Não estou muito confiante em relação à vitória de Elisa Ferreira, mas também ainda não me convenci que ela esteja garantida para Rui Rio.
Uma coisa posso porém garantir. Quem votar em Rui Rio é co-responsável pela continuidade da regressão e decadência da cidade do Porto. E esses, democracias de plástico à parte, jamais me conseguirão convencer do seu amor ao Porto. É falso!

10 comentários:

portodocrime disse...

Amigo Rui Valente.

Eu voto Elisa porque sim.

Abraço.

Rui Valente disse...

Caro Frank [portodocrime]

porque sim, é já uma boa razão, porque não em Rui Rio, ainda é melhor razão.

Abraço

Miguel Barbot disse...

Última Hora. Sondagem TVI que vai para o ar hoje às 20h00:

Rio 43,2% Elisa 39,5% E esta?

Anónimo disse...

Os média centralistas inculcaram no povo que RR é um enorme politico, um estadista....Porque será ?!

E nos ultimos dez anos, muitas dezenas de milhares de verdadeiros portuenses foram viver para fora da cidade...

Hoje a cidade parece ter sobretudo pobres e "Velhos da Foz" .

Para além disso a direita vai unida (coligação) e a esquerda como sempre aqui no POrto ( se fosse em Lisboa perante os factos a coligação seria um facto...) vai desunida fazendo a vontade aos chefes partidarios Centralistas !!!

Para além disso Elisa tem tido pouco apoio do PS!!!!!!

Ainda há dias Vitorino elogiava Rio (porque será ?) !

Tudo SOMADO...

dragao vila pouca disse...

Bastava Rio ter feito o que fez e continua a fazer ao F.C.Porto, para eu não o suportar. Mas Rio é muito pior do que isso: Rio é arrogância; Rio tem tiques de prima dona que não pode ser contrariada; Rio não gosta do Porto e dos portuenses; Rio só está à espera da melhor oportunidade para ir para Lisboa, onde se sente como peixe na água; Rio é um parolo e cultura para ele é um bem desnecessário; Rio quando sair não vai deixar nada; enfim, Rio não é dos nossos.

Um abraço

Anónimo disse...

Scolari, conseguiu ter uma parte importante do país (povo + imprensa)com ELE, porquê ???!!!...

KOSTA DE ALHABAITE disse...

Domingo vamos (tentar) entender se os habitantes da Mui Nobre, Leal e Invicta Cidade do Porto (portuenses e/ou tripeiros) vão querer um (novo) rio limpo e puro ou (manter) o rio ... sujo.
Portanto, tal como aconteceu com a eleição do Sr. Sousa, não se venham queixar...

Rui Valente disse...

Olá Miguel!

gosto de o ler por aqui, nem que seja só para dar umas dicas, como essa voltinha contraditória das últimas sondagens. Esperemos que se confirmem nas urnas.

Abraço

portodocrime disse...

Eu estou como o Kosta.
Tentar.
E estou com o Vila Pouca.
o rio não gosta do Douro.

Abraço

zangado disse...

Na realidade, hoje a cidade do Porto está muito diferente:muitos portuenses foram morar para os concelhos vizinhos e muitos durienses, transmontanos e outros, oriundos de outras terras, vieram para cá. Sempre foi assim, o problema é que essa gente, quase toda benfiquista e alguns sportinguistas ao chegarem ao Porto fizeram-se sócios do Boavista (conheço vários entre eles o barbeiro de Rui Rio que eu conheço há mais de 50 anos)ou do Salgueiros. Logo ser contra o F.C.Porto assegura a Rui Rio o voto de quase todos esses "colonizados" que não percebem que estando a cidade mal todos (eles e nós os tripeiros)sofremos com isso.Confundem política com clubite, graças às televisões e imprensa lisboetas e sua colonização!