07 janeiro, 2009

Descoberta da pólvora...

O governador do Banco de Portugal cumpriu com uma das missões mais difíceis que alguém com o seu estatuto e responsabilidade deve ter para com os portugueses: avisou-nos, que a economia nacional vai continuar a apresentar resultados negativos. Brilhante!
É francamente de louvar, esta preocupação "antecipada" de Victor Constâncio com as nossas vidas, com o nosso futuro próximo. Talvez agora, alguns pessimistas consigam compreender por que é que este iluminado da economia nacional arrecada vencimentos mensais astronómicos. Esteve distraído com as falcatruas ocorridas com o BCP, o BPN e na SLN, mas isso é coisa de somenos importância. O que interessa, é que conseguiu descobrir que novas e duras dificuldades nos esperam. Ah, e falou verdade, o que, nos tempos que correm não deixa de ser uma grande virtude.

É claro que a maioria de nós não faz ideia das noites em claro, das refeições por tomar, das pestanas queimadas que cérebros desta grandeza sacrificam para chegarem a conclusões e resultados deste gabarito. Somos gente básica, desqualificada, incapaz de imaginar a dimensão da sabedoria, do savoir-faire destas personagens muito «justamente» remuneradas.
Além disso, também somos ingratos, porque no caso em apreço, o senhor governador até teve a grandeza de carácter de se disponiblizar para reduzir uns euritos do seu colossal ordenado. Só faltou mesmo, foi dizer, de quantos euros (ou, seriam cêntimos?) estaria disposto a prescindir...

Sem comentários: