13 outubro, 2009

Impostos

Peritos querem que o Estado cobre 20% sobre lucros da Bolsa

Este nosso Estado é mesmo diligente a tomar decisões! Só é preciso dizer para onde vai esse imposto. Se for para dar de mamar a Lisboa aconselho aos accionistas dos restos de Portugal que lhe façam um manguito.

1 comentário:

B. disse...

É perfeitamente inacreditável que os "peritos" (sejam eles quem forem) vêem como solução para todos os problemas a criação de mais impostos - ainda para mais num tempo de crise em que os investimentos deveriam ser encorajados.

Seria interessante realizar uma análise económica sobre o efeito da carga fiscal portuguesa (quando digo "fiscal", entendido o termo numa perspectiva ampla) nas decisões de investimento dos agentes económicos. Até que ponto é que as taxas de IRC, IVA, exigências de capital mínimo nas empresas, taxas que nunca mais acabam, influenciam a decisão de entesourar €1 ou de aplicá-lo num investimento de risco que possa vir a dar lucro.

E ninguém me diga que os lucros da bolsa são lucros provenientes de investimento não-produtivo (no sentido de gerar riqueza a partir da especulação sem criação de riqueza real na forma de postos de trabalho ou outros bens). Isso é reduzir a realidade dos factos: os fundos de investimento imobiliário, entre outros, têm assistido ao financiamento de múltiplos empreendimentos com inegáveis benefícios para a economia real. Taxar ainda mais os lucros desses fundos é desencorajar a actividade económica.